O nada com coisa nenhuma de Allyson Bezerra

O engenheiro Allyson Bezerra, do Solidariedade (SDD) é uma pessoa inteligente e tem outros importantes predicados. Ninguém se elege deputado estadual à toa, sobretudo num Estado dominado por oligarquias. A despeito disso, há uma clara falta de condições para assumir uma prefeitura, especialmente do porte de Mossoró. O debate da TCM/Telecom apontou essa certeza. Allyson quase não apresentou propostas, fugiu de quase todas as perguntas e mostrou que precisa pelo menos melhorar sua produção Legislativa. Com discurso vazio, as vezes em que o deputado falou mais grosso foi para distorcer as respostas dos oponentes. Apesar de toda a retórica, não disse porque não apresentou um único projeto sequer para a zona rural, região da cidade de onde – acertadamente – se orgulha de ser originário. Aliás, ter como plataforma política apenas o fato de ser de origem humilde é muito pouco. Ele merece todos os vivas do mundo por isso, por ter vencido após passar por tantas dificuldades, mas isso, honestamente, apesar da grandeza, é insuficiente enquanto qualificação para a missão de gestor de um município cheio de problemas e desafios, como é o caso de Mossoró. Para ser gestor é preciso ter coragem de responder aos questionamentos mais espinhosos e fazer a defesa clara da democracia e, nesses quesitos, o deputado errou feio no debate. Aliás, não expor de forma clara sua posição sobre a intervenção do governo federal nas instituições de ensino superior se tornou sua marca registrada, mesmo tendo estudado em duas delas. Para a resolução dos problemas, Allyson Bezerra afirmou diversas vezes que tinha várias propostas. Para decepção dos eleitores, ele não apresentou nenhum delas. Na prática, para a administrar a prefeitura de Mossoró, o que o deputado está propondo é uma espécie de mistura do nada com coisa alguma.

 

LEGADO MILICIANO

O presidente miliciano Jair Bolsonaro (sem partido) vai deixando o seu legado: aumentos sucessivos de gás cozinha, de gasolina e criação de novos impostos.

BATALHA VISUAL

Tem muita candidatura de gente experiente em Mossoró que está perdendo a batalha visual. Na maioria dos recantos da cidade se vê pouco ou quase nada de material de divulgação de importantes candidaturas majoritárias.

CONCURSO PÚBLICO

O Governo do Estado segue fazendo encaminhamentos visando a realização do concurso público da Polícia Civil (PC). Hoje foi assinado o contrato com a empresa que vai realizar o certame.

QUEM FAZ

Enquanto alguns aplaudem o presidente que nada faz e ainda estimula a discórdia contra administrações petistas, são elas quem tem feito a diferença. A realização do concurso público da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PC/RN) é um exemplo disso.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...