Gilson Cardoso
Mossoroense, começou no radiofonia no ano de 1994, na rádio Libertadora, passou ainda pela rádios Salinas de Macau, Difusora de Mossoró, rádio 93 FM. Escreveu colunas no Jornal de Mossoró e em O Mossoroense. Apresentou programas na TV Mossoró e TV Metropolitana de Natal. Hoje comanda programa na 105 FM.

De quem é realmente a culpa pelo caos em que está a saúde do RN?

Se consultar as torcidas organizadas das redes sociais, vai cair para os vermelhos ou verdes.  Será que a culpa é da China, que “inventou” essa tal Covid-19? Mesmo com pouco tempo de governo, Fátima Bezerra e Bolsonaro tem suas parcelas de culpa. Nenhum fez por onde merecer elogios neste momento de Pandemia.  Agora, entendo também que não devemos…
Leia mais...

Rachadinha? Seja no Parlamento Municipal, Estadual e/ou Federal é café pequeno

Quanta hipocrisia no caso da “rachadinha” do então deputado Flávio Bolsonaro. Queiroz, Flávio, e me parece que a família toda está realmente enrolada. Pelo menos nos indícios das investigações.  E que prenda Queiroz, os Bolsonaros todos se for realmente o caso. Mas a tal “rachadinha” é uma prática que existe há anos no Legislativo nacional, e há…
Leia mais...

Pode aglomerações agora? Ou só contamina um lado?

Primeiro quero deixar bem claro que sou favorável ao distanciamento social para evitar um colapso na saúde.  Agora vamos ao assunto: por que, quando grupos de apoiadores e o próprio presidente estavam em manifestações, o risco de contaminação era grande e agora não? Digo isso porque não vejo a grande mídia falar do risco de contaminação da Covid-19…
Leia mais...

O que você tem a ver com as redes sociais dos outros?

A intolerância, devido a divisão política do país, está em todas as partes. Sempre soubemos que a internet é um território livre, e lá você encontra de tudo, cabendo a cada um filtrar o que lhe é conveniente. Simples assim!! Pois é nesse espaço hoje que todo mundo dá o seu “pitaco”, e quanto a isso não vejo nada demais. Só não vejo sentido é o…
Leia mais...

Vão encarar, mesmo?

É impressão minha ou a população resolveu encarar o inimigo invisível?  A sensação que eu tenho, pelo menos aqui em Mossoró, é que as pessoas não estão nem aí para as consequências do Covid-19. Vale ressaltar que é na nossa cidade os números mais preocupantes do RN, do sábado para o domingo morreram 10 pessoas em menos de 24 horas. Já são quase 60…
Leia mais...

Falar em política está muito chato

O debate em torno da política está mais chato do que nunca. O extremismo está por toda as partes, não restando ninguém com paciência para ouvir o próximo. As figuras "idolatradas" por boa parte da população seguem fazendo os papéis mais ridículos da história desse país. Um presidente ignorando as mortes de uma pandemia, e um ex-presidente que…
Leia mais...

Há 32 anos Mossoró ganhava sua primeira rádio FM

Foi no dia 18 de maio de 1988, que Mossoró ganhava sua primeira emissora de rádio de frequência modulada. Foi pelas mãos do padre Sátiro, através da Fundação Sócio Educativa do RN (Funsern), que o mossoroense pode ouvir uma rádio com uma qualidade de som que jamais tinha ouvido ainda na cidade. Assim nasceu a Educativa Santa Clara FM, 105,1 mhz.…
Leia mais...

Sensibilidade está longe

Por aqui tem faltado de tudo, inclusive sensibilidade. Não sei como está sendo com os outros povos do planeta, já que se trata de uma Pandemia, mas em nossa terra está uma lástima. Se não bastasse perder os nossos entes queridos, temos que conviver ainda com absurdos vindo de todas as partes. E não adianta só jogar pedras ‘nas m...’ feitas pelo…
Leia mais...

Falsas pessoas ou notícias falsas

Fico me perguntando como pode uma pessoa utilizar uma rede social para proliferar inverdades. As chamadas “Fake News” vêm ganhando a cada dia mais espaço, mesmo sendo fácil detectá-las. Os veículos de comunicação oferecem em seus portais espaços só para mostrar a verdade dos fatos, entretanto, há quem procure se interessar pela mentira. Um…
Leia mais...

Coronavírus mata, mas “Coronatiro” também

As atenções se voltam neste momento para a pandemia do Coronavírus, em virtude disso, o debate em torno da violência urbana tem ficado um pouco de lado, tendo em vista que os números mostravam uma diminuição. Mesmo com o chamado isolamento social, as mortes por homicídios têm superado as da Covid-19. Aqui em Mossoró são 10 pela pandemia e 16…
Leia mais...