Repercutindo
Sérgio Oliveira é Jornalista, radialista, advogado pós-graduado em Processo e Direito do Trabalho e Direito Previdenciário.

Laranja feminina na eleição

No período das convenções partidárias, comentamos aqui na coluna sobre o crime de indicar candidaturas “fantasmas”, principalmente quando os partidos são obrigados a destinar 30% das vagas para serem preenchidas por candidaturas femininas. Essa exigência envolve a liberação da cota do fundo partidário. Lamentavelmente as postulantes fictícias…
Leia mais...

Uma simples dona de casa

Dizem que a mulher é o sexo frágil, mas que mentira absurda. Já diz com sabedoria e verdade a letra da música interpretada pelo “tremendão” Erasmo Carlos. O motivo da citação é para remeter nossa conversa ao resultado das eleições municipais na cidade de Baraúna-RN. Na cidade potiguar que faz fronteira com o vizinho Ceará, a dona de casa Maria…
Leia mais...

Derrota da soberba

Acompanhando, lendo e ouvindo relatos daqueles que viveram de forma intensa a trajetória da vida política de Aluízio Alves, observamos que ele sabia aproveitar bem o descaso e as agressões dos seus adversários. Quando era tratado com termos pejorativos, do tipo, gentinha, cigano ou feiticeiro, entre outros, transformava tudo isso em degraus para as…
Leia mais...

Dia de fortalecer a democracia com o voto

Independente do voto ser ou não consciente, infelizmente ainda existem eleitores e candidatos que negociam favores, nada é mais importante, no aspecto político, do que o ato democrático do voto. A liberdade de escolha acertando ou até errando, deve ser preservada para que não tenhamos em nosso país a força da imposição. E manter essa condição…
Leia mais...

Corrida pelo voto, última volta

Fazendo analogia com uma corrida de Fórmula 1, podemos dizer que a corrida pelo voto nas eleições municipais entrou na última volta. Dias tensos para candidatos e seus apoiadores para, no caso de alguns, manter a dianteira e, nos casos de candidatos em desvantagem, correr atrás do prejuízo, pisar forte no acelerador das mensagens de convencimento,…
Leia mais...

Doente falando em privatizar o SUS

Falar em privatizar o SUS, deve ser atitude de alguém com sérios problemas mentais, muito doente, quase sem cura. Não tem como definir de outra maneira ao tratar do tema, pois seria o início de um genocídio em um país de população pobre, no qual ainda tem gente morrendo por conta da fome. Apesar de tudo isso, ainda querer privatizar o setor de…
Leia mais...

Uma proposta para o futuro

Como estamos vivendo um momento de debates e apresentação de propostas para o futuro, resolvi deixar a minha também. Não sou candidato nas eleições 2020, mas, na condição de cidadão curioso com a cena política, observo uma falta de compromisso com o eleitor que pode ser corrigida. A questão diz respeito aos deputados e senadores que recebem votos e…
Leia mais...

O que é isso, companheiro?

Tensão total entre os “companheiros” do PT em João Pessoa-PB com repercussão nacional na segunda-feira, dia 5. Na verdade hoje eles estão mais inimigos e menos companheiros depois da troca de empurrões, tapas e muita agressão verbal. A turma foi a vias de fato depois de discordarem de uma aliança do PT com o PSB na disputa pela prefeitura da…
Leia mais...

Jovens e um turbilhão de expectativas

Em tempo de pandemia, além dos profissionais da psicologia e psiquiatria, os líderes religiosos também estão exercendo uma missão importante na assistência as pessoas que estão com problemas emocionais. Ouvi um relato do Padre Sávio, de Natal-RN, sobre essa procura e sua preocupação com os mais jovens. O quadro realmente preocupa e é preciso que…
Leia mais...

ARREPSIA ENTRE O VELHO E O NOVO

Diante dos discursos do tipo, “a experiência conta mais” ou “vamos acreditar no novo”, o eleitor mossoroense vive um estado de arrepsia, ou seja, dúvidas, incertezas e até hesitação em assumir uma postura aberta no tocante a escolha de um candidato(a) ao cargo de prefeito(a). Percebo na roda de conversa presencial, ou no bate-papo virtual através…
Leia mais...
1 De 9