Coisas que se foram antes
Amós Oliveira é mossoroense, médico, servidor público federal aposentado.

A TURMA DA ESQUINA

Cada rua tinha um ou mais de um desses locais que os moradores da área elegiam para o encontro e o exercício do ócio. Imaginar que alguma criatividade resultasse do papo furado que ali decorria já seria por si só um tipo de trabalho e não era a disposição para trabalhar que levava gente para lá. O objetivo era jogar conversa fora, a conversa dita…
Leia mais...

LER JORNAL

Pelos poucos que ainda circulam, os jornais impressos não estão na lista das coisas que existiram no passado. Mas uma atmosfera de despedida envolve os remanescentes e eles seguem como que em uma fila caminhando para uma fronteira no tempo e, uma vez que a ultrapassam, desaparecem como um ponto luminoso que simplesmente apaga. Com a…
Leia mais...

AS LUIZAS DE MARILLAC

Um grupo de mulheres de classe média formou-se em Mossoró no início dos anos 1960 com a denominação de “Luízas de Marillac”. Se a associação ainda existe, não temos informação. Mas, sua forma de atuação naquele período certamente é das coisas que se foram com as mudanças nas estruturas e hábitos promovidos na sociedade desde então. O nome é…
Leia mais...

NA CLARIDADE DO CINEMA

Antecedendo o escurinho do cinema, havia aquele passar de tempo, então vivido apenas como simples espera, da qual fazia parte uma leve ansiedade expressa em ocasionais olhares ao relógio. Entretanto, olhada agora, na perspectiva do tempo que às coisas do mundo sensível dá ou muda o sentido, tal espera pode ser percebida como parte de uma…
Leia mais...

O RÁDIO, APENAS RÁDIO

O rádio, apenas rádio, não será algo tão óbvio para os de uma geração que desde o primeiro momento serão habituados às imagens, não apenas de locutores e apresentadores, mas relacionadas à notícia e ao conteúdo dos programas. O que já é comum com os recursos tecnológicos atuais e diminui, aos poucos, a diferença entre o rádio e a TV. Ouvir…
Leia mais...

O SABOR NO NOME

Suco de frutas, refresco não levado à geladeira, era ponche. Mel de engenho era mel de furo e açúcar mascavo, açúcar preto. Nomes e expressões para comidas e bebidas variam com o tempo e o lugar. Alguns nomes prevalecem em qualquer tempo e espaço, porém outros soam estranhos ou são desconhecidos fora de certo momento ou área geográfica. Em…
Leia mais...

NOSSA BATALHA DE ITARARÉ

A Batalha de Itararé está inserida no folclore brasileiro como a famosa batalha que não houve. Embora se diga que no curso da chamada Revolução de 1930, que levou Getúlio Vargas ao poder, houve sim, várias batalhas na região entre São Paulo e Paraná e apenas o confronto final, sobre o qual havia grande expectativa, na referida Itararé, foi evitado…
Leia mais...

MOSSORÓ E SEUS VIZINHOS

Expedito Gurgel, cirurgião em Natal, lamentavelmente falecido muito cedo, era pessoa excelente e bem-humorada. Natural de Caraúbas, ele costumava dizer que nascera na “Grande Mossoró” ou “Região Metropolitana de Mossoró”. Por prudência, considere-se aqui apenas o conceito de vizinhança para a relação de proximidade, influência e dependência mútua,…
Leia mais...

TENENTE CLODOALDO

Clodoaldo de Castro Meira era um policial com espírito de policial. Mas, independentemente disso, tinha o pensar de cidadão. Compreendia o significado de seu trabalho para a vida da cidade e das pessoas; a dimensão social e política do papel da polícia. Tinha a convicção de que tal trabalho não admitia outra atitude que não aquela firme e decidida,…
Leia mais...

O JOGO DO BICHO

Pela dimensão continental, o Brasil tem hábitos culturais restritos a certas regiões, outros que assumem formas e até nomes diferentes conforme a parte do país e alguns que de tão difundidos caracterizam autêntica unidade cultural nacional. Futebol e carnaval estão em todo lugar, mas o jogo do bicho, além dessa capilaridade, traz consigo o que é…
Leia mais...
1 De 8
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support