Como mente a prefeita!!!

Mitômano é o ser humano que se compraz em mentir. Em geral, a pessoa mente apenas por compulsão, não ganhando nada com a mentira. O Aurélio precisa atualizar seu verbete. É preciso que se dê uma nova definição ao ato. E a prefeita Rosalba Ciarlini é a grande responsável por essa necessidade. Como mente a prefeita de Mossoró!!!! E mente para se dar bem. Para tirar proveito. Para ganhar benefícios. Bem diferente do que fazem os mitômanos tradicionais.

Ouvi o programa da prefeitura de Mossoró na manhã de ontem, 27/2, na FM 105 – Rádio Santa Clara. Nele, a prefeita disse uma série de inverdades. Impressiona que alguém no comando de uma prefeitura de uma das cidades mais importantes do Nordeste se preste a papel tão desprezível.

Rosalba disse que a prefeitura paga aos professores um piso salarial acima do valor nacional. Mentira. A prefeita utiliza como argumento os valores pagos a quem já tem certo tempo na carreira e compara com o valor definido pela lei para quem está iniciando agora na profissão.

Rosalba disse que a prefeitura retomou o pagamento do décimo quarto salário. Meia-verdade. Até retomou, mas pagou apenas um ano e esqueceu de continuar a pagar as edições seguintes. Aliás, alguém lembra qual foi a última edição paga.

Rosalba disse que está pagando a correção salarial do Piso do magistério. Mentira deslavada. Publicamente, a prefeita anunciou que pagaria. Na surdina, antecipou o pagamento da folha para fugir do reajuste. Além de mentir, Rosalba “esqueceu” de dizer que sequer enviou à Câmara Municipal projeto de lei autorizando o benefício aos docentes já que se trata de correção definida por lei.

Rosalba tem um capital eleitoral considerável e, apesar de fazer uma administração à base de mentiras, falta de diálogo e autoritarismo, segue como primeira colocada nas pesquisas de intenção de votos para as eleições de 2020. Não precisa, em nome de um projeto de poder, se rebaixar a tanto. Rosalba precisa respeitar a si mesma. Talvez apenas ela e alguns de seus assessores acreditem em suas palavras.

 

PREFEITURA ENDINHEIRADA

Enquanto dizia que a prefeitura estava com dificuldades financeiras, Rosalba manteve alguns nomes sem o sobrenome Rosado em pastas chaves para o seu projeto político. Com a proximidade da chegada dos 150 milhões do empréstimo da Caixa e das eleições, a prefeita tratou logo de colocar em postos-chaves gente de seu círculo familiar e/ou de sua extrema confiança. Foi assim, por exemplo, que Eduardo Falcão foi exonerado da Secretaria de Cultura para dar lugar a Isaura Rosado.

PÃO E CIRCO

É importante lembrar que Rosalba deposita muitas das suas fichas no Mossoró Cidade Junina (MCJ). É por meio dessa festa que ele pretende reerguer sua combalida imagem. Desde o ano passado que Rosalba vem “vendendo” o MCJ. Além da importância do evento, é necessário destacar que o Mossoró Cidade Junina terá orçamento milionário.

 

“GATO” DO BOLSONARISTA

Em Mossoró, um empresário do ramo alimentício passou alguns anos sem ter que gastar com o pagamento da conta de água. Motivo: cuidava com carinhoso de um visto “gato” no sistema de abastecimento do precioso líquido do seu estabelecimento. Esse empresário tem forte incursão na política, sendo candidato algumas vezes na cidade. E durante quase todo o ano passado, desfilava por entre as mesas dos seus clientes vestindo uma camiseta amarela em que homenageava o presidente Bolsonaro.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...