Combate ao coronavírus

Ufersa cede profissionais para atuar no Tarcísio Maia

Estão sendo cedidos 10 professores do curso de Medicinam que passarão a atuar no auxílio em casos da doença

A Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) vai ceder 10 professores do seu curso de Medicina para auxiliar em casos de coronavírus no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). A Ordem de Serviço foi publicada pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe/Ufersa) regulamenta a cessão, que acontece a partir de amanhã, dia 23 de março. O documento leva em consideração o fato da suspensão das atividades de estágio supervisionado dos estudantes do curso de Medicina em decorrência da pandemia da COVID 19.

Segundo a Assessoria de Comunicação (Assecom) da Ufersa, os professores da Medicina irão se reunir em força tarefa para atuarem nas enfermarias, que antes estavam sob a responsabilidade dos internos e preceptores. Em decorrência da pandemia do COVID-19, as atividades de ensino da Ufersa foram suspensas as quais incluem os estágios supervisionados dos estudantes da Medicina.

De acordo com a coordenadora do curso, a professora Tammy Rodrigues, os estagiários/internos, por não serem médicos, não podem se responsabilizar pela prestação de serviços. Além disso, a Universidade e o Hospital não são capazes de fornecer equipamentos de proteção individual para todos, o que colocaria em risco não apenas o estudante como os pacientes e demais pessoas dos locais por onde ele transita. Mas com a Ordem de Serviço os professores estarão presentes nas segundas, terças e quartas-feiras, a partir do dia 23 de março, enquanto as atividades do internato estiverem suspensas.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...