Navegando pela Categoria

Coisas que se foram antes

Amós Oliveira é mossoroense, médico e servidor público federal aposentado.

Crônica

ANTIGO COMÉRCIO DE MOSSORÓ

Na crônica “Casa das Lâmpadas” que dá título a um de seus livros, David Leite faz um belo resgate, quase poético,…
Crônica

AUDITÓRIO DA RÁDIO TAPUYO

O rádio em seu período áureo era simplesmente uma caixa que falava. Como apenas se ouvia, a figura de quem falava…
Crônica

SERVIÇOS DE ALTO-FALANTES

Hoje, quase não há qualquer lembrança dos serviços de alto-falantes que existiam em alguns pontos comerciais de…
Crônica

PARQUES DE DIVERSÕES

Só em dezembro eles tinham acesso ao centro da cidade. Festa de Santa Luzia. Armados na Av. Dix-sept Rosado, os…

MOSSORÓ E AS BICICLETAS

A quantidade atual de motocicletas em Mossoró oferece uma ideia do número de bicicletas que percorriam nossas ruas,…
CRÔNICA

NOSSAS BODEGAS

É possível ver nas bodegas mais do que delas se costuma dizer. Elas tinham, 30, 40 anos atrás, características que…
Crônica

CALENDÁRIOS DE PAREDE

Não se inova ao dizer que nada é entendido fora de seu contexto. Tal afirmação se aplica quando falamos do modo de…
CRÔNICA

A HORA DA USINA E DA FITEMA

A COMEMSA (Cia Melhoramentos de Mossoró S/A) era a empresa de energia elétrica em Mossoró. Energia produzida por…
CRÔNICA

SINDICATO DOS SALINEIROS

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração do Sal do RN. Extenso nome do que ficou conhecido simplesmente…
CRÔNICA

OS OUTROS CONVIVAS DO RIO MOSSORÓ

Outros personagens, além das lavadeiras, compunham a paisagem humana do rio. Antes da década de 1970 Mossoró…
CRÔNICA

O RIO E AS LAVADEIRAS

Carlos Drumond de Andrade, no início do conto “As Lavadeiras de Mossoró” diz que “cada uma tem sua pedra no rio”.…
Crônica

O RIO MOSSORÓ

Outro dia falei sobre as cheias do Rio Mossoró. Hoje quero me referir ao rio em si, que está aí, mas não é mais o…