Governo dá aula de como não se comunicar

Tem chamado a atenção as idas e vindas das decisões tomadas pelo governo da professora Fátima Bezerra. Desde que assumiu, em janeiro passado, não tem sido poucas as vezes em que Fátima teve que recuar de alguma decisão. Foi assim com a suspensão das licenças-prêmio, com o fechamento de hospitais, com a obrigatoriedade de que em caso de ações de reintegração de posse a polícia a comunique e, por fim, com o fim do auxílio-saúde para os aposentados da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Em todos os casos, para além das questões políticas e das pressões que sofreu para recuar, se verifica, de maneira muito consistente, a dificuldade que o governo tem para se fazer entender. O caso do auxílio-saúde é emblemático.

Somente se deveria anunciar que o benefício não seria pago em absoluta falta de dinheiro. E, mais, de forma provisória. Ao aproximar-se a data de pagamento e não se vislumbrasse a existência dos recursos, se viria a público, com muita serenidade, informar que não seria pago, por tal razão.

Agora, deixar que se fizesse o estardalhaço que foi feito apenas por questão de nomenclatura ou ajuste sobre proveniência de recursos – como se quis deixar justificado que foi – revela que faltou habilidade. No mínimo, na forma de anunciar. Serve de alerta para que o governo busque sobre o que – ou quem – influenciou para que a informação chegasse com tanto peso negativo junto à população. Em por fim, é preciso que o governo melhore a forma de se comunicar. Dizer e depois desdizer é, certamente, uma aula de como não se comunicar.

Entrega de escolas
Realizada ontem, 13/8, a entrega das novas instalações da Escola Estadual Professor Almiro de França, localizada no Assentamento 13 de maio, em Caraúbas. Trata-se de escola técnica que vai atender a alunos de 26 comunidades rurais.

Interesse
Vai além da proximidade religiosa o interesse do deputado estadual Alysson Bezerra (Solidariedade) na defesa da concessão do título de cidadão norte-riograndense ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Alysson sonha mesmo é com o apoio do PSL à sua candidatura a prefeito de Mossoró. Inclusive com a presença do presidente em seu palanque.

Sobrevivência
Pelo menos 7 vereadores terão mudado de partido até abril do próximo ano. Aline Couto, por exemplo, já está no Avante e AleX do Frango no PMB. Toni Cabelos, Maria das Malhas (PSD) e Ricardo de Dodoca (PROS) são outros que buscam um lugar político confortável para a reeleição. João Gentil também analisa mudar de ares partidários, enquanto que Ráerio Araújo está sem clima para permanecer no PRB.

Boas vindas
Ao colunista Paulo Pinto que estreia sua escrita elegante, escorreita e agradável aqui neste Portal do RN a partir desta quinta-feira, 15/8. Seja muito bem vindo, grande PP.

Pós-graduação
Tem início hoje o processo de inscrição dos interessados em concorrer às vagas ofertadas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) no Mestrado Profissional em Ensino de História (Profhistoria). O período vai até 29 de setembro. Os candidatos devem acessar  https://www.vestibular.uerj.br e se inscrever.

Mudança
Importante órgão da administração estadual em Mossoró vai mudar de local. Passará a funcionar, daqui a 15 dias, em imóvel próprio do Estado, o que culminará numa economia mensal de mais de R$ 7 mil.

 

Notícias semelhantes