Fim do reajuste do salário mínimo

O governo Jair Bolsonaro trama mais uma artimanha contra o trabalhador. A (má) ideia da vez é retirar da Constituição Federal a obrigatoriedade de se reajustar o salário mínimo pela inflação. A intenção, como sabe, é economiza e, claro, achatar ainda mais a renda do trabalhador.

Impressiona o quanto esse governo só adota medidas que penaliza os mais pobres. Não bastasse a Reforma Trabalhista, que retirou direitos dos trabalhadores, e a Reforma da Previdência, que vai aumentar as dificuldades para se aposentar e diminuir o valor do benefício, agora o governo quer diminuir ainda mais o salário do brasileiro.

Mais impressionante que essa vocação do presidente para cometer maldades é ter gente que ainda o defenda. Beira a sandice a forma com que os partidários da política excludente e segregacionista do presidente o defendem.

Fazer maldade com as pessoas, desrespeitar regras e propor redução de direitos são as únicas coisas feitas pelo presidente em pouco mais de 8 meses de governo. Lamentavelmente, há quem ache e diga que o presidente está fazendo o correto.

FGTS

O governo liberou, por meio de regras específicas, um saque de 500 reais das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Parte da imprensa agiu, sobre esse fato, como se o saque fosse de milhares de reais.

MUDANÇA

O publicitário Wando Souza estará em novo horário na rádio 93 FM. A partir do dia 6 de outubro, o Domingão Rádio Show, programa apresentado por ele, terá início às 7h e seguirá até às 10h.

MEIA-ENTRADA

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) promoverá na próxima quarta-feira (18/9), a partir das 14h, na sede das promotorias de Justiça da cidade, uma reunião com promotores de festa de Mossoró. Na pauta, orientação sobre a possibilidade de utilização da meia-entrada social. O evento é aberto ao público em geral.

 

DIREITOS HUMANOS

No mesmo dia, às 10h, a 2ª Promotoria de Justiça de Mossoró fará uma reunião para tratar da formação da agenda de atuação para o ano de 2020 em matéria de direitos humanos e minorias. Esse encontro também será na sede das Promotorias de Justiça de Mossoró e também é aberto à comunidade.

AMEAÇAS

O youtuber Felipe Neto, que vem sendo alvo da insanidade dos bolsonaristas, revela que vem sofrendo ameaças de morte e que já tirou sua mãe do Brasil por precaução. Comandado por milicianos, o Brasil virou

Notícias semelhantes