Votação em plenário

Câmara decide que deputado Daniel Silveira continuará na prisão

Dos parlamentares presentes à sessão, 364 foram favoráveis ao relatório que pedia que pesselista seguisse preso

A Câmara Federal decidiu, por maioria, referendar a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL) determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Silveira na noite de terça-feira, 19/2, foi preso após divulgar vídeo com ofensas aos ministros do STF.

Por 364 votos  a favor, o plenário da Casa aprovou o relatório da deputada Magda Mofato (PL) que defendia a manutenção da decisão tomada pelo Supremo. O placar da votação apontou ainda que 130 parlamentares foram contrários ao parecer. Outros 3 se abstiveram.

Em sua defesa, Daniel disse que tinha se excedido em suas falas no vídeo, mas defendeu que sua prisão era inconstitucional. Já o advogado do deputado, Maurizio Spinelli, argumentou que a decisão pela manutenção da prisão pode incorrer em uma flexibilização da imunidade parlamentar e defendeu que o relatório de Magda Mofatto só se baseou em questões políticas, não técnicas.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...