Boa notícia

Taxa de transmissão da Covid-19 segue caindo no Estado

Índice atual é de 0.76 e poderá significar queda na ocorrência de novos casos caso se mantenha em baixa pelos próximos dias

O Rio Grande do Norte vive, atualmente, o pico da pandemia da Covid-19. Apesar dos números relacionados à doença serem sempre crescentes, um dado em especial vem animando as autoridades sanitárias: a queda na taxa de transmissão da doença.

Conhecer a taxa de transmissibilidade de uma doença significa descobrir a força de propagação dela. No caso do novo coronavírus, a taxa usada para verificar a sua situação se chama taxa R. Essa estatística mostra quantas pessoas um paciente infectado é capaz de contaminar.

Os pesquisadores chegam a esse dado usando dados atuais de casos confirmados e óbitos registrados e os cruzam com informações de semanas passadas, chegando ao número R de duas ou três semanas atrás.

No caso do Rio Grande do Norte, a taxa de transmissão vem caindo nos últimos dias. Esse índice é, hoje, de 0.76. Ele já foi 2.1, 1.5 e 1.9, e se refere a quanto cada pessoa contaminada pela doença é capaz de transmitir para outras. Então, se antes, um doente poderia contaminar mais de 2 pessoas, atualmente, ela contaminaria menos de uma.

Por ser uma doença nova, a Covid-19 ainda não tem uma taxa R fixa. Isso porque há muitas variantes que devem ser levadas em consideração, como a forma como a população está se protegendo, as medidas de isolamento social, o uso de máscaras e a adoção de medidas sérias de higiene. No começo da epidemia no Brasil, quando não se tomava nenhuma precaução, o R era de 3,5. Agora, chegou a 1,37.

Como se observa, a taxa de 0.76 está quase 50% abaixo da taxa nacional. Para a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap/RN), o ideal é que essa taxa siga caindo ou pelo menos se mantenha nesse nível no próximo período de 7 a 10 dias. Além de contribuir para que haja queda nos novos casos da doença, uma taxa acima de 1 é considerada preocupante pelos especialistas. Uma taxa 1 significa que uma pessoa contamina outra, o que aumenta as possibilidades de o número de novos casos cresceram rapidamente num curto espaço de tempo.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...