Investimento

RN acompanha projeto imobiliário em Tibau do Sul

De acordo com a governadora Fátima Bezerra, é interesse do governo buscar investimentos e dialogar com a classe empresarial para fomentar a economia do RN

Um condomínio de casas e bangalôs conjugado a um hotel cinco estrelas é o mais novo investimento, no valor de R$ 200 milhões, que conta com o apoio do Governo do RN, no município de Tibau do Sul a 80 quilômetros de Natal.

Para agilizar a tramitação e liberação das licenças ambientais de responsabilidade da administração estadual, através do Instituto de Desenvolvimento do Meio Ambiente (Idema), a governadora Fátima Bezerra se reuniu, nesta quinta-feira (23), com os empresários Marcelo Alecrim, Lineu Macena e com o arquiteto e secretário de Turismo de Tibau do Sul, Francisco Soares Júnior.

A reunião contou com a presença do vice-governador, Antenor Roberto e dos secretários de Estado Jaime Calado (Sedec) e Ana Costa (Turismo), do diretor geral do Idema, Leon Aguiar, e do Procurador Geral do Estado do RN, Luiz Antônio Marinho.

De acordo com a governadora Fátima Bezerra, é interesse do governo buscar investimentos e dialogar com a classe empresarial para fomentar a economia do RN. “Nossa gestão tem a política de viabilizar investimentos, fortalecer economia, gerar trabalho, renda e empregos para o povo potiguar”, afirmou.

O empresário Marcelo Alecrim disse que o investimento para a implantação do condomínio e hotel estão viabilizados e aguardam apenas os trâmites legais para construção. Serão 94 casas – cada uma com 220 metros quadrados de área e seis leitos – e 60 bangalôs de alto padrão, além do hotel. “É um empreendimento diferenciado, que permitirá ao comprador financiamento em 30 anos pelo Banco do Brasil, e será gerido de forma a permitir também aos proprietários ter uma fonte de renda com o aluguel dos imóveis “, explicou Marcelo.

Durante a reunião, a governadora falou de toda a agilidade do Idema na análise e emissão das licenças e o diretor do órgão, Leon Aguiar, reforçou a dedicação e foi além, apresentando alguns projetos de parcerias público-privadas ao empresário.

A previsão é que o empreendimento seja concluído e entregue no prazo de 24 meses. Todos os projetos e documentação estão prontos para serem submetidos às normas da legislação.

Notícias semelhantes