Câmara Federal

Presidente da CCJ impede homenagem a Bruno Covas

Bruno morreu em decorrência de complicações de um câncer

A deputada federal Bia Kicis (PSL/DF), presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados, impediu há pouco a realização de uma homenagem ao ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) morto ontem, em decorrência de complicações de um câncer.

A homenagem seria feita pela deputada federal Maria do Rosário (PT/RS), na abertura da reunião da comissão, mas quando a parlamentar ia começar a falar, teve seu áudio cortado pela presidente da CCJ, que disse que ela falaria mais tarde.

Chamou a atenção dos presentes a forma deselegante com que Bia Kicis agiu. Além de cortar o áudio de Maria do Rosário, a presidente da CCJ passou a ler a ordem do dia, sem considerar qualquer observação feita pela deputada petista. A atitude de Bia foi vista como autoritária por grande parte dos membros da CCJ.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...