Investigação

PGR acata denúncia de Natália Bonavides contra ministro da Saúde

Parlamentar potiguar acionou a Procuradoria pelo fato de Pazuello ter apresentado um plano de vacinação supostamente falso

A Procuradoria Geral da República (PGR) acatou pedido feito pela deputada federal potiguar Natália Bonavides, do Partido dos Trabalhadores (PT) para apurar a conduta inadequada do ministro da Saúde Eduardo Pazuello, no enfrentamento da pandemia da Covid. 

Em 11 de dezembro de 2020, Eduardo Pazuello entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um Plano de Vacinação contra a Covid falso. A legitimidade do documento foi questionada porque 36 pesquisadores cujos nomes constavam do plano disseram que não foram consultados sobre ele e que não deram anuência.

O documento vem sendo considerado falso porque além de os pesquisadores terem reagido ao fato de seus nomes constarem nele sem a devida autorização, também há a assinatura deles, o que pode configurar que houve falsificação dessas assinaturas.

A enfermeira Ethel Maciel, epidemiologista e professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), por exemplo, afirmou não ter visto uma versão preliminar do plano e que se surpreendeu a ver sua assinatura no documento.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...