Os caminhos que levam aos axiomas e teoremas na vida

Oxalá o Deus de Israel! Soberano, eterno e sublime nos inspire, seja nosso guia e nos revele nas alas reservadas e ocultas da alma a plenitude da felicidade, da paz e a sua vontade em nossas vidas. Porque, ela sempre será: boa, perfeita e agradável.

Lenitiva e a pensar, entendi que os mistérios e as novidades inolvidáveis são divinamente determinadas, e por nós apenas vividas. A ciência grandiosa é por excelência axiomática e parece que sistematizar teoremas para viver, ainda pode ser parte da frustração de planos não concretizados. Afinal, as limitações humanas cercadas de incertezas nada podem avançar mediante a força inabalável do Eterno.

Insta – nos dizer: seguir em frente e com coragem para enfrentar os axiomas no cotidiano, ora inusitados, ora preparados para nos fazer entender que os teoremas dos sonhos existem. E, repetidas vezes, temos que tentar a ação perfeita, a tríade do quadrado responsável pela realização que tudo vai dar certo, pode dar certo, ou melhor vai dar tudo certo.

A beleza de cada axioma, está na essência do ser imbricado na forma de vivenciar a vida de cada pessoa. Apesar do termo, desvelar conceitualmente  a certeza e a não necessidade de provas para evidenciar possíveis acontecimentos, é preciso ter fé e acreditar nos axiomas da perfeição , que as coisas boas vão acontecer, que nossos sonhos vão ser realizados e que existe na força propulsora a energia inexplicável das impossibilidades.

Nesse ínterim, melhor viver no mundo dos axiomas do que dos teoremas. Um teorema, exige um esforço de demonstração e para o ser humano é complexo, viver teoremas pois em si, o mesmo não é perfeito e nesse caso, como ser perfeito.

As metamorfoses que temos que passar na vida, nos deixam infinitamente distantes dos pontos que compõe uma lógica reta matemática. Refiro – me, aos incontáveis planos e projeções, que hipoteticamente podem ou não dar certo e deixam a tese convicta, que a única coisa que não se pode deixar é de sonhar. E, de sobretudo, compreender os infindáveis mistérios que a vida tem para nós, que no final da ortogonalização das idas e vindas é que se entende, o nosso Criador e realmente Ele tinha razão mais uma vez.

Até porque, está mais do que provado: o que é para ser nosso, e fazer parte da nossa trajetória, sempre chegará até nós. Há uma convergência de energias e uma direção de luz que te guiará para o caminho certo, tudo cooperará para o bem. A matemática operacionalizada na perfeição da física do movimento universal, da energia cinética da vida, vai por meio dessa força inexplicável, chamada fé, mover o invisível e fazer o impossível acontecer. É assim que os milagres são vividos!

O axioma da plenitude para se viver, seja a cada segundo do tempo vindouro, fonte de esperança. E, que os nossos teoremas não precisem ser provados, para que a grandeza de Deus plenamente realize em nós, o melhor no que pode ser a perfeição axiomática do início ao fim das coisas.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...