O silêncio que não inocenta

Pegou muito mal, com repercussão ainda pior, a distribuição de minguados kits alimentícios aos alunos da rede municipal de Mossoró feita pela prefeitura de Mossoró. Simplórios 7 itens. Uma humilhação, uma vergonha, um desrespeito, um acinte.

A prefeitura de Mossoró tem condições, mesmo em meio à pandemia, de oferecer algo melhor aos estudantes, mas parece que o que sobra em dinheiro falta em grandeza à prefeita Rosalba Ciarlini. O que abunda de recursos financeiros nos cofres escasseia em humanidade em que tem as chaves dele. Falta gentileza e sobra escárnio.

A prefeitura tem a exata noção do erro que cometeu, do desatino feito. Grandes, enormes, mas não superados pela gigante sovinice da gestão. Exemplo disso, é o silêncio que impôs ao tema. Mesmo provocada, mesmo com a obrigação de se explicar, a prefeita Rosalba Ciarlini quer fazer de conta que está tudo bem, que não foi nada demais. Prepotência ou arrogância também podem explicar a postura da gestora.

A despeito de toda a mudez com que trata a questão, a prefeita não tem inocência para acreditar que não falar resolve. Assim como todos os que tomaram conhecimento do absurdo, Rosalba também sabe que o silêncio não inocenta.

INCOMPETÊNCIA OU MALDADE?

A prefeita Rosalba Ciarlini ainda não adotou os procedimentos necessários para que os servidores públicos de Mossoró possam usufruir dos benefícios da lei que autorizou a suspensão do desconto dos empréstimos consignados. Desde que a lei foi aprovada que a gestora coloca dificuldades. Só para lembrar: o dinheiro é do servidor, o empréstimo é do servidor.

PRÉ-CANDIDATA BOLSONARISTA

Encontrei uma pré-candidata a vereadora bolsonarista esses dias. Para ela, a pandemia da Covid-19 não foi embora ainda porque a questão foi muito politizada no Brasil. Entenda “politizar” como discurso para eximir o presidente Bolsonaro do problema. Lembremos que estamos há quase 3 meses sem ministro da Saúde.

 

EM CRESCIMENTO

Tem tido grande receptividade e em crescimento continuo a pré-candidatura da médica Jânia Mirtes à prefeitura de Alexandria. Contam a favor de Jânia, a prestação de serviços à cidade, à forma humanizada com que atende seus pacientes e o carisma.

 

DESARRAZOADO

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) aprovou novas regras para as eleições de dirigentes acadêmicos. Entre as novidades, está a instituição da lista tríplice para escolha de chefe e subchefe de departamento. Por tudo o que temos vivido, sobretudo nas instituições federais de ensino superior, acho que foi uma péssima ideia.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...