Ninguém alimenta cobra só porque está no quintal

A cada insanidade, escárnio, maldade, achincalhe, deboche ou ilegalidade cometida pelo presidente da República, agradeço por não ter entre meus familiares (esposa, filhos, mãe e irmãos) ninguém que defenda aquele ser desprezível. Fazer a crítica a Bolsonaro, sabemos todos, não é apenas decisão política. É muito mais questão de humanidade.

Mas sempre há, no círculo de relações pessoais de todos nós familiares mais afastados e conhecidos mais próximos, um ou outro que votou e – pasmem – ainda hoje, defendem o genocida.

É importante respeitá-las em sua escolha de votar em quem quiser. É do processo democrático e da necessidade de se exercer o livre arbítrio. Mas é preciso argumentar quando buscam defender o indefensável. Quando querem levar adiante falsas narrativas, como a de que o presidente combate a corrupção.

Seja como educador, gari, médico, comerciante e, principalmente, cidadão, não podemos calar quando o presidente faz chacota com a dor alheia e alguém acha que foi engraçado. Riso de hienas alienadas.

Por tudo se paga um preço. E é imperativo se pagar. Não devemos trocar nossas convicções e a defesa da vida por afetos fingidos. Não podemos abandonar nossa trincheira de luta por discursos alienantes cheios de ameaças reais e promessas falsas.

Como pessoas dotadas de civilismo e humanidade, é preciso que façamos o contraponto a esse governo que bajula ricos e mata pobres. Com quem quer que seja. Onde quer que estejamos. Pode ser até na nossa tenda. Precisamos combater toda ameaça. Afinal de contas, ninguém alimenta cobras só porque estão no quintal de sua casa.


RESULTADO DA INDISCIPLINA?

Os mossoroenses estão entre os brasileiros que mais desrespeitam as regras do isolamento social. Não é necessário nem recorrer às estatísticas. Basta ver os relatos e as fotos das aglomerações registradas no Centro da cidade. Curiosamente, nos últimos dias, os casos de contaminação por coronavírus aumentaram ainda mais em nossa cidade. Além disso, o município é recordista em mortes pela doença no Estado. Se não mudarmos nosso comportamento, ficará ainda pior.

E DAÍ?

E daí que o presidente debocha de mortos? E daí que o presidente desrespeita mulheres? E daí que o presidente ameaça fechar Congresso e STF? E daí que o presidente assuma que cometeu crimes? E daí que o presidente dificulta o combate ao coronavírus? E daí que está tudo acontecendo tudo isso e nós “dando milho aos pombos”.

DOMICÍLIO ELEITORAL

Vence no próximo dia 6 de maio o prazo para o cidadão procurar o cartório eleitoral para tirar o primeiro título e pedir transferência de domicílio eleitoral, estando apto a exercer o direito de voto. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) está com atendimento presencial suspenso. Esses serviços podem ser feitos de forma remota pelo endereço eletrônico: www.tre-rn.jus.br/eleitor/atendimento-remoto.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...