Acordo com MPRN

Governo do RN deve fechar sete hospitais regionais em até 120 dias

Governo Robinson promete implementar “cronograma de desativação” para fechar hospitais regionais de Acari, Angicos, Apodi, Canguaretama, Caraúbas, João Câmara e São Paulo do Potengi - em até 120 dias.

Em acordo firmado com Ministério Público, Governo Robinson promete implementar “cronograma de desativação” para fechar hospitais regionais de Acari, Angicos, Apodi, Canguaretama, Caraúbas, João Câmara e São Paulo do Potengi – em até 120 dias.

O governo Robinson ataca novamente os hospitais regionais do Rio Grande do Norte. Repetindo o trajeto que levou ao fechamento do Hospital da Mulher em 2016, o Governo negocia com o Judiciário autorização para desativar os Hospitais Regionais, ou senão alguma forma de parar de investir recursos nestes, como a municipalização (que também significaria o fechamento, pois os municípios são entes federados com ainda menos recursos que o Estado).

Em Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre o Ministério Público e o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o Estado “demonstrou descumprir, em todos os seus hospitais regionais e unidades de saúde, as normas laborais referentes à proteção da saúde, segurança e higiene dos profissionais que neles laboram”. Ao assumir sua responsabilidade sobre o caos generalizado que se encontra a saúde pública do Estado do RN, o Governo deveria atuar para melhorar e investir recursos nos locais em que o orçamento está escasso. Muito pelo contrário, o Governo está utilizando seu próprio descaso para com a saúde pública como um argumento para desativar sete hospitais regionais no interior do Estado!

 

Sindsaúde

Notícias semelhantes