Cinema

Filmes nacionais bateram recorde de lançamentos em 2017

Em 2017, o público total das salas de cinema, somados filmes estrangeiros e brasileiros, teve uma queda mais suave. Foram 181,2 milhões de espectadores, contra 184,3 milhões em 2016.

O ano de 2017 teve recorde no número de lançamentos de filmes nacionais. Foram 158 títulos brasileiros lançados, um aumento de 11,3% em relação a 2016, quando chegaram às telas 142 novos filmes nacionais, maior número desde 1995. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (29/1), pela Ancine (Agência Nacional do Cinema).

De acordo com o relatório (íntegra), o aumento de lançamentos foi puxado pelo número recorde de documentários (60) e animações (7) nacionais. Porém, o público de filmes nacionais caiu quase pela metade, de 30 milhões para 17 milhões.

Em 2017, o público total das salas de cinema, somados filmes estrangeiros e brasileiros, teve uma queda mais suave. Foram 181,2 milhões de espectadores, contra 184,3 milhões em 2016.

O filme brasileiro mais assistido em 2017 foi “Minha mãe é uma peça 2” (lançado no final de 2016), com 5,2 milhões de espectadores, seguido por “Polícia Federal – A lei é para todos” e “Os parças”, ambos com 1,3 milhão.

Os filmes estrangeiros de maior público no Brasil foram “Meu malvado favorito 3” (8,9 milhões), “Velozes e furiosos 8” (8,5 milhões) e “Liga da justiça” (8,5 milhões).

DESEMPENHO DAS DISTRIBUIDORAS

As distribuidoras nacionais contribuíram com a oferta de 81% do total de filmes lançados e 95,8% dos filmes brasileiros. As empresas brasileiras ficaram com 90,7% do valor arrecadado da bilheteria de filmes nacionais.

A Vitrine Filmes foi a distribuidora que mais colocou filmes no mercado em 2017, com 61 títulos, sendo 57 deles nacionais. A parceria Downtown/Paris ficou com 75,7% do total de receita de distribuição.

As distribuidoras faturaram R$ 2,71 bilhões em 2017, sendo que 80% deste valor ficou com as distribuidoras estrangeiras (R$ 2,1 bi). No ano anterior, o faturamento foi de R$ 2,59 bilhões.

SALAS DE CINEMA

O Brasil chegou a 3.220 salas de exibição, número que se aproxima do recorde de 1975 (3.276 salas).