Segundo comerciantes

Banheiros do mercado estão em situação de calamidade

Desde o ano passado que a prefeitura promete reformar o espaço, cujas condições são precárias

Sujeira, vigas expostas, mictórios quebrados, teto caindo e portas má conservadas. Esses são alguns dos problemas enfrentados por quem precisa utilizar os banheiros do Mercado Público Central de Mossoró.

De acordo com os comerciantes, a situação ameaça não apenas a saúde de trabalhadores e população, mas também à integridade física. Hoje, acrescentam, uma parte do teto se desprendeu e quase atingiu um senhor que estava no local. “É uma situação de calamidade”, aponta um popular que esteve no Mercado Central na hora em que houve o acidente.

As condições precárias da estrutura do Mercado Público Central de Mossoró vem sendo denunciando desde o ano passado pela população e pelos comerciantes, mas até agira não foi adotada nenhuma providência pela prefeitura.

No ano passado, um pedaço de reboco caiu sobre a cabeça de uma mulher, que precisou fazer um curativo por conta do tamanho do machucado. Em novembro de 2019, os comerciantes denunciaram problemas na estrutura do telhado.

Naquela oportunidade, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, da prefeitura de Mossoró, Lahyre Neto, informou que o mercado seria reformados, mas não estabeleceu prazo. Garantiu, no entanto, que é ma das obras que serão bancadas pelo dinheiro do empréstimo de R$ 150 milhões feito pela prefeitura de Mossoró.

Hoje, contatada pela reportagem do Portal do RN, a prefeitura informou, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação Social, que o projeto de reforma do mercado está pronto, mas não indicou uma data para o início da obra. Ratificou, no entanto, que os serviços serão realizados com o dinheiro do empréstimo de R$ 150 milhões.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...