Allyson Bezerra: conservado no silêncio

O deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) não  deixa dúvidas  da tática que vai seguir no seus propósitos  políticos: se poupar. Allyson busca de todas as formas evitar comentar sobre qualquer assunto que apresente um mínimo  de rispidez.

As questões  se apresentam, os fatos desafiam, as circunstâncias pedem, mas Allyson se mantém  silente. Se recusa veementemente a falar sobre quaisquer um deles. Para um parlamentar, falar sobre um assunto implica dizer se concorda ou não com o que está posto.

Duas questões atuais exigiam uma fala de Allyson: a nomeação do reitor(a) da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) e a saída da Petrobras do Rio Grande do Norte.

Até agora, a única  questão  mais quente na qual o deputado se encorajou a opinar foi sobre a nomeação do reitor  da Universidade  Federal Rural do Semiárido (Ufersa). Mas a coragem  durou pouco.

Como ex-aluno e servidor da Ufersa e, principalmente, como deputado eleito democraticamente, Allyson concorda que o terceiro colocado assuma como se em primeiro tivesse ficado?

Se ele vencer as eleições para a prefeitura de Mossoró, aceitará que o terceiro colocado seja nomeado?

Ninguém sabe a opinião  de Allyson sobre  nada. A Petrobras  está  deixando o Rio Grande do Norte e não  se viu uma manifestação  pública  do parlamentar sobre o assunto. Para alguém  que pretende disputar  a prefeitura de Mossoró,  não  se dignar a tratar sobre às  questões  a elas afetas é um mau começo.

A impressão  que se tem é  que Alyson está  com medo de desagradar. A eleitores e, principalmente,  a lideres  políticos. Allyson sonha com o apoio de alguns partidos à sua futura candidatura e também  anseia tomar para si o discurso bolsonarista conservador.

Em torno  do seu projeto  de se tornar prefeito, e em favor de futura alianças políticas, o deputado ignora temas sociais urgentes e importantes. Esquece que o principal  aliado  deve ser o povo, mesmo que alguns do povo se desagradem do que ele disser. O desagrado maior é não dizer nada.

 

REAJUSTE DO LEITE

Após 4 anos sem reajuste, os produtores de leite tiveram o que comemorar essa semana. A governadora  Fátima  Bezerra (PT) concedeu aumento superior a 11% no valor do litro do leite pago aos produtores.

 

PROGRAMA IMPORTANTE

O Programa do Leite é uma importantíssima iniciativa social do Governo do Estado. Atende a 70 mil famílias, movimenta a economia (são mais de R$ 3 milhões investidos a cada mês)  e impulsiona a indústria leiteira.

 

OBJETIVO CLARO

Bolsonaro está irredutível em seu desejo de tirar a Petrobras do Rio Grande do Norte. Parece que a questão é muito clara: tirar uma grande riqueza para deixar ainda mais pessoas dependentes dos auxílios governamentais da vida.

 

SENTIMENTO PRESIDENCIAL

Não é segredo de ninguém a verdadeira ojeriza que o presidente tem pelo Nordeste. Suas andanças por essas bandas visa tão somente promover sua campanha à reeleição.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...