Certos cristãos e seus eufemismos

A ação de fundamentalistas religiosos na porta de um hospital tentando impedir que uma criança de 10 anos pudesse dar um fim ao resultado de uma monstruosidade é algo chocante, absurdo e, infelizmente, não é fato isolado. Há muitas outras barbáries sendo feitas no Brasil em nome de um certo cristianismo. Principalmente eleger bandidos que vivem escondidos por trás de púlpitos e Bíblias.

Uma parte  da nossa sociedade tem se apropriado do discurso de determinada religião para obter dividendos eleitorais. Infelizmente, muitas dessas pessoas tem alcançado sucesso. São cristãos das tribunas de ocasião. São, ocasionalmente, tribunos de um messianismo de butique. M

A palavra cristão é usada por esses grupos para tudo, menos para fazer valer os ensinamentos de Cristo. Condenar uma criança de 10 vítima de estupro foi, até agora, o ato mais sórdido, mas não se enganem: virão outros.

Por esses cristãos entendam falsos moralistas, preconceituosos, desaculturados, vendilhões e egoístas. Gente que tem um Deus só pra eles, uma Bíblia que é só deles e costumes que querem todos sigam como se fôssemos obrigados a viver a vida que eles consideram ideal para todo mundo. Ideal é todos terem o direito de viver do jeito que puderem.

Lamentável que existam fanáticos religiosos que se digam cristãos. Porque nos parece impossível chamar de cristã qualquer denominação religiosa que não pratique o perdão, a tolerância, o respeito, a fraternidade, a empatia e o amor.

 

SPORT NA BERLINDA

Quem conhece de perto o cotidiano do Sport Clube de Recife está impressionado com a calamitosa situação financeira do time. As dívidas, que vem desde o final do ano passado, se acumulam de forma assustadora. Sem receitas dos jogos, o cenário é ainda mais sombrio.

 

BAIXA NO GOVERNO

O médico Petrônio Spinelli deixou o cargo de secretário-adjunto de Saúde do Governo do Rio Grande do Norte. Petrônio pediu para sair alegando motivos pessoais. Assume o posto Maura Sobreira, subsecretária de Planejamento e gestão da Sesap/RN.

 

REDUÇÃO DE HORÁRIO

Sou crítico à ideia de reduzir horário de atendimento presencial para diminuir aglomerações. Acredito que acontece justamente o contrário. Quanto menos tempo disponível, mais gente junta ao mesmo tempo.

 

REDUÇÃO VOLÁTIL

O Rio Grande do Norte votou a registrar o maior percentual na redução de mortes por Covid-19 em todo o país. O fato é animador, mas traz pouco alento porque essas estatísticas mudam muito rápido.

FECHAMENTO DOS CORREIOS

As agências dos Correios terão seu funcionamento afetado a partir de amanhã, quando os trabalhadores da empresa entram em greve. Em Mossoró, a expectativa é que haja fechamento de todas as unidades.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...