ARTIGO

Você sabe o que faz um psicólogo?

Durante bastante tempo, ir ao psicólogo significava não ter capacidade de resolver seus conflitos sozinho, e precisar de alguém seria um sinal de fraqueza. Essa visão fazia ou faz parte ainda de muitos pensamentos, já que existe um preconceito ainda enraizado quanto a profissão de psicologia, principalmente por deduzir que o psicólogo irá aconselhar o paciente, onde essas, na verdade, são situações e pensamentos que deverão ser desmistificados, pois ir ao psicólogo significa verbalizar seus pensamentos e emoções, para que dessa forma o paciente consiga alinhar seus pensamentos, e enxergar qual seria a melhor escolha para aquele momento.

O que muitos não sabem é que psicólogo não é seu melhor amigo, e que de certa forma ele não te dará conselhos, muito menos fórmulas mágicas para resolução de seus conflitos, o que ocorre na sessão terapêutica é que o psicólogo, embasado em teorias e práticas, conduzirá a sessão de maneira que você enxergue situações que lhe causam problemas, e que saiba discernir momentos conflitantes passageiros, de situações duradouras que você precisará pôr um fim. É importante saber que o processo terapêutico é mútuo, acontece de maneira recíproca, ou pelo menos é o que se espera para que o haja um bom vínculo, uma boa relação terapêutica, e consequentemente uma evolução no processo.

Assim, o paciente ao buscar ajuda de um profissional da psicologia deverá dar espaço para que o psicólogo possa contribuir ao processo de terapia, deverá falar abertamente sobre assuntos necessários que coloquem a sua segurança, confiança e base em instabilidade, buscando não omitir assuntos pertinentes àquele instante, e assim prosseguir com a terapia com um bom vínculo necessário para a tão esperada evolução do paciente.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...