Virtual sim, mas com suporte

A governadora Fátima Bezerra (PT) sancionou na última segunda-feira, 8/6, a lei que cria a Delegacia Virtual da Mulher. A iniciativa é bastante louvável. A expectativa é que as mulheres se sintam mais seguras para denunciar abusos dos quais são vítimas. Com isso, poderá aumentar a demanda. E, por mais que a delegacia seja virtual, são necessários estrutura e suporte físicos para dar prosseguimento ao trabalho.

Sem condições mínimas para apurar as denúncias, a tendência é que as vítimas desistam do procedimento.

A Delegacia Especializada na Defesa da Mulher (DEAM) em Mossoró, por exemplo, tem apenas 4 policiais, além da delegada. Para o trabalho de rua, são somente 2 agentes. Com o número reduzido de policiais, o trabalho fica prejudicado.

Não são poucos os registros de abusos contra mulheres, principalmente em situações domésticas. Sem um bom suporte, as denunciantes sentem-se pouco protegidas e tendem a desistir de continuar com a denúncia.

Por tudo o que está posto, é necessário que o Governo do Estado invista para estruturar as delegacias físicas já existentes. Sem isso, tudo ficará apenas na virtualidade.

 

MAIS INTERVENÇÃO

Reprovável sob todos os aspectos a decisão do presidente Jair Bolsonaro de editar uma Medida Provisória (MP) proibindo a realização de eleições nas universidades e institutos federais. Para se ter uma ideia de o quanto o presidente quer ter o controle da gestão desses órgãos, basta citar que a MP não respeita sequer as instituições que já estão realizando o processo de consulta, como a Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) que está concluindo o mencionado processo.

AUMENTANDO O PRAZO

A prefeita Rosalba Ciarlini quer aumentar alongar a dívida do município com o Previ Mossoró (instituto de previdência dos servidores). Ela quer aumentar o tempo de parcelamento do débito que a prefeitura tem com o órgão.

BLOQUEIO TOTAL

Itaú, Guamaré, Macau, Caraúbas e Pendências são as cidades potiguares que decretaram o lockdown, o chamado bloqueio total, como medida parav frear o avanço da Covid-19. A prefeitura de Florânia deve anunciar amanhã que também adotará o lockdown.

BLOQUEIO PARCIAL

Já em Tibau vigora, a partir de amanhã, uma espécie de boqueio parcial. É que a proibição de acesso a visitantes e turistas vigorará sempre nos finais de semana, até o dia 29 de junho. Durante os dias úteis, acesso liberado.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...