Vacinação da Covid-19

Vereadora solicita inclusão de professores em grupo prioritário

Tema foi apresentado na manhã de hoje durante sessão virtual na Câmara de Vereadores de Mossoró

A inclusão da educação no setor de serviços essenciais vem gerando muitas discussões e, também, muita insegurança por parte dos professores e demais profissionais que atuam nesta área. Exatamente no momento em que são registrados números alarmantes de mortes e de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, os profissionais da educação estão sendo orientados a retomar suas atividades presenciais em sala de aula.

O tema, retorno as aulas presenciais no RN, foi discutido na manhã de hoje, 6, durante a sessão remota da Câmara Municipal de Mossoró. Na ocasião, a vereadora Marleide Cunha (PT-RN) fez a apresentação de um projeto de lei de sua autoria, que prevê a inclusão dos professores no grupo prioritário da vacinação contra covid-19.

Segundo a vereadora, os profissionais da educação já deveriam fazer parte do grupo prioritário, e somente após serem imunizados ser retomada as atividades presenciais em sala de aula. Durante a sua fala hoje, Marleide lembrou que na semana passada a Assembleia Legislativa aprovou um projeto que tornou a educação como serviço essencial, ou seja, não pode parar. “A educação sempre foi um serviço essencial, mas nesse momento de pandemia, essa determinação coloca a vida dos professores e profissionais da educação, assim como dos alunos em risco”, ressaltou.

De acordo com a vereadora, que lembrou sua experiência de mais de 30 anos como professora, as escolas não tem estrutura para retomada das atividades no momento. “Existe um abismo muito grande entre o discurso e a realidade, tornar a educação um serviço essencial, mas sem a garantia de cumprimento dos protocolos de segurança com relação a pandemia é colocar a vida dos profissionais em risco. Para que se possa pensar nessa retomada, é necessário que, pelo menos, esses trabalhadores estejam vacinados”, concluiu.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...