Tirem Deus de suas tramoias

A professora Ludimilla Oliveira iniciou a campanha na Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) defendendo que o primeiro colocado na consulta seria o único legitimado a assumir a Reitoria. Há áudios e prints de mensagens dela propagando isso, no que deveria ser seu ato de grandeza.

Em entrevista a este Portal do RN, Ludimilla Oliveira dizia que era necessário realizar as eleições, mesmo após portaria do MEC desaconselhando tal atividade (descarada tentativa do ditador Bolsonaro de intervir nas universidades). A consulta, afirmava ela, seria o único meio de impedir uma intervenção.

Passada a consulta, Ludimilla não ficou em primeiro lugar e, para justificar as tramoias que fazia nos bastidores junto à bancada bolsonarista, lançou o primeiro balão de ensaio: afirmou que se fosse nomeada aceitaria. Como hoje já é sabido, e como todos desconfiavam, Ludimilla já sabia que seria a escolhida.

Mais sórdida ainda foi uma de suas declarações de que foi para o primeiro lugar por intercessão divina. Apesar de ter Messias na certidão de nascimento, quem a nomeou tem gestos e palavras que mostram afinidade mesmo é com o inimigo de Cristo.

Por tudo o que se viu sobre essa questão até agora, é difícil imaginar que Deus tenha escolhido alguém que troca de opinião ao sabor dos ventos apenas para justificar o que não se justifica.

É difícil imaginar que Deus tenha escolhido alguém que fez tantos conchavos apenas para estar num cargo onde a maioria não lhe quer.

É difícil imaginar que Deus tenha escolhido alguém que, aceitando um cargo na condição que aceitou, não tenha um mínimo de decência de conviver com os contrários.

É difícil pensar que Deus tenha escolhido alguém que deturpe toda uma crítica legítima para colocar a força policial contra alguém que lhe é contrário.

Fácil é justificar com o nome de Deus aquilo que a maioria dos homens reprova.

As manobras que a professora Ludimilla Oliveira faz para construir uma razão que se lhe afeiçoe, deixam uma certeza: não importa se estavam na lista ou não, os ditadores, usurpadores e interventores só usam flores para enganar ou machucar. Estejam de calça ou de saia.

 

FICA PETROBRAS

Quem defende a saída da Petrobras do Rio Grande do Norte ou está ganhando muito para isso, ou é muito mal ou muito desprovido de inteligência. Alguns precisam entender qual o papel do Estado. Achar que as empresas privadas vão gerar o impacto social positivo que a Petrobras gera é de uma ignorância absurda. Não é á toa que o atual governo federal é tão inimigo do conhecimento. Para que a uma parcela de fanáticos, preguiçosa de estudo, questionamento e raciocínio, faça a sua defesa.

 

ALEXANDRE ´GRACINHA´

De todos os absurdos que Alexandre Garcia fala para defender Bolsonaro, naturalizar a tragédia das mortes por Covid-19 é o mais repugnante. Lamentável.

 

DERRUBANDO WITZEL

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, parece que tem um forte envolvimento com esquema de desvios de recursos públicos. Não por isso, infelizmente, que está perdendo o posto. Sua queda se deve às brigas do presidente Bolsonaro.

 

DERRUBANDO WITZEL II

Bolsonaro quer Witzel fora do governo para poder nomear o futuro coordenador geral do Ministério Público do Rio de Janeiro. Aparelhar o órgão para evitar que as investigações sobre as suspeitas de crime praticados por sua família avancem.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...