Mossoró

Terceirizados vão protestar por salários em frente à Câmara

Trabalhadores caminham para o segundo mês sem receber seus salários

Os funcionários de empresas terceirizadas da prefeitura de Mossoró que estão com salários atrasados vão protestar em frente à Câmara Municipal de Mossoró na próxima terça-feira (9), ocasião em que ocorrerá a abertura dos trabalhos legislativos de 2021. Também deverá ser feita a leitura da mensagem anual pelo prefeito Allyson Bezerra, do Solidariedade (SDD).

O protesto é o ato inicial do processo de greve que está sendo preparado pelos trabalhadores, que caminham para dois meses sem receber seus salários.

A paralisação, por tempo indeterminado, vem sendo articulada pelas entidades que representam os trabalhadores das diversas empresas que prestam serviços à prefeitura de Mossoró, como Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Higienização e Limpeza do Rio Grande do Norte (Sindlimp/RN), Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares no Estado do Rio Grande do Norte (Sindhoteleiros) e Sindicato dos Trabalhadores da Saúde em Hospitais, Clínicas e Laboatórios Privados de Mossoró (SINTRAPAM).

Aldeiza Sousa, da delegacia regional do SINDILIMP em Mossoró, revela que os sindicatos tem buscado de todas as formas resolver por meio do diálogo, mas empresas e prefeitura tem ignorado os pedidos e se recusado a assumir a responsabilidade pelo problema.

Ela revela que são cerca de 800 pais de famílias prejudicados pelo não recebimento de seus salários. A sindicalista acrescenta que os sindicatos estão buscando a mediação do Ministério Público do Trabalho (MPT) e se não houver solução, a greve será deflagrada.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...