Terceirizada da UERN inicia demissões

Pelo menos 10 pessoas já receberam comunicado do aviso prévio; trabalhadores veem retaliação

A Conserve, empresa que presta serviços à Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), nas áreas de limpeza e copeiragem, começou a demitir seus funcionários. Na sexta-feira passada, 14/2, pelo menos 10 deles receberam comunicado de aviso prévio. O Portal do RN foi informado que a intenção da direção da empresa é demitir todos.

A Conserve, a exemplo da antecessora Prime, vem atrasando o pagamento dos salários dos seus funcionários. No início do mês, a empresa acumulava duas folhas em atraso.

Nos dias 5 e 6 de fevereiro, os funcionários protestaram em frente à entrada do Campus Universitário Central da UERN. A pressão deu resultado. Uma folha foi paga, embora de forma parcelada (em duas vezes).

Os funcionários acreditam, no entanto, que as demissões são uma retaliação pelas manifestações realizadas por eles. A Conserve não tem escritório administrativo em Mossoró. O Portal do RN não conseguiu contatar ninguém da empresa.

Notícias semelhantes