Sucessão

Rodrigo de Codes enfoca fortalecimento dos cursos de graduação

Reitorável da Ufersa propõe plano de gestão baseado em fundamentos e princípios

O plano de gestão para a Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) elaborado pelo professor Rodrigo de Codes, candidato a reitor da instituição, é baseado em 8 fundamentos e 5 princípios (transparência e comunicação; competência, integração, gestão democrática, e equidade).

Os fundamentos são: defesa da educação superior pública, gratuita, laica, plural, inclusiva, socialmente referenciada e de qualidade; defesa da autonomia universitária;  zelo e cumprimento da indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão; gestão transparente e comunicativa entre os três segmentos da comunidade acadêmica (discentes, docentes e técnicos-administrativos em educação), respeitando os órgãos de representação, fortalecendo a prestação de contas à sociedade e reforçando o compromisso social; planejamento estratégico na execução do orçamento e das finanças; fortalecimento da identidade institucional; governança, e comportamento ético e valorização das pessoas.

As propostas são condensadas em eixos. No Eixo Ensino de Graduação, a chapa, que tem como vice o professor Edcarlos Leite, propõe o fortalecimento dos cursos de graduação e a autonomia pedagógica; criar programas e ações que visem a qualidade do ensino, avaliação das ações acadêmicas, e desenvolvimento de ações inclusivas.

No eixo Ensino de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação, Rodrigo e Edcarlos prometem fortalecer a infraestrutura e o sistema de pós-graduação estabelecendo estratégias e metas para elevar os conceitos dos programas, além de propor o estímulo às atividades de empreendedorismo.

No Eixo Extensão e Cultura, Rodrigo defende incluir as atividades de extensão nos projetos pedagógicos os cursos de graduação em no mínimo 10% de suas cargas horárias, em consonância com o Plano Nacional de Educação. Há propostas ainda nos Eixos Permanência Estudantil; Gestão e Planejamento Administrativos, e Política de Valorização das Pessoas.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...