Colapso

RN tem mais de 50 pessoas à espera de um leito de UTI Covid

Dos 21 hospitais com atendimento para pacientes infectados pelo novo coronavírus, 15 estão com 100% de ocupação

O Rio Grande do Norte tem, nos últimos 4 dias, uma média diária de quase mil novos casos de Covid. De quinta-feira passada para ontem, 1/3, o número de infectados saltou de 163.515 para 167.429, uma média superior a 978 novos casos por dia.

Esse aumento no registro de novas infecções tem reflexos direto na rede pública de assistência hospitalar. Exemplo disso é que o Estado tem, atualmente, um dos números mais elevados de pessoas internadas desde o início da pandemia: 494, sendo 268 pacientes em leitos críticos e 226 em leitos clínicos.

Nada menos que 15 dos 21 hospitais públicos com atendimento para pacientes Covid estão com todos os seus leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados. O Rio Grande do Norte tem atualmente 55 pessoas na lista de espera por um leito de UTI. As vagas disponíveis são apenas 17 nesse momento. A situação preocupa porque somente nos últimos 16 dias 39 pessoas morreram enquanto aguardavam por uma vaga em UTI.

O Estado tem taxa geral de ocupação de leitos críticos de 94%. Em todas as regiões a situação é muito crítica. Nelas, as taxas são as seguintes: 97,6% no Oeste, 94% no Seridó e 92% na Região Metropolitana de Natal.

Mossoró, cidade de referência para pacientes do Oeste do Estado, está desde ontem sem nenhuma vaga de UTI. As 9 unidades de UTI do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) e as 40 do Hospital São Luiz estão ocupadas. Na região, há apenas duas vagas de leitos críticos disponíveis, no Hospital Regional de Pau dos Ferros.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...