Desenvolvimento

RN poderá ganhar porto e ferrovia

Estimativa é que chineses invistam 2 bilhões de dólares no Estado, nas áreas de produção eólica e extração de ferro, entre outras

O Rio Grande do Norte poderá ganhar mais um porto e um sistema de ferrovias. O primeiro, a ser construído em Porto do Mangue. Já o sistema ferroviário viria de Jucurutu até aquela cidade da Costa Branca.

Entendimentos nesse sentido estão sendo encaminhados entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, governo e empresários chineses e prefeituras de Porto do Mangue e Jucurutu.

Empresários chineses da State Power Investment Corporation (SPIC) pretendem investir cerca de 2 bilhões de dólares no Estado, nas áreas de produção de energia eólica e exploração de minério de ferro. A expectativa é que seja montado um parque eólico em alto-mar, além da exploração de ferro em Jucurutu. O produto extraído das minas de ferro em Jucurutu seria escoado por via marítima a partir de um porto construído em Porto do Mangue.

Os chineses estão animados com essas duas potencialidades potiguares. No caso do ferro, com a perspectiva de que a exploração se mantenha por muitos anos. Em relação à geração de energia eólica, pelo fato de os ventos da região terem capacidade de produção de 49%, enquanto que na China não passa de 19%.

A participação do Governo do estado do Rio Grande do Norte é acelerar a liberação de licenças ambientais e conceder incentivos para que os planos da SPIC de iniciar os investimentos ainda este ano se concretizem.

Notícias semelhantes