Carioca 2017

Presidente do Flamengo descarta Fla-Flu no Maraca e quer torcida mista

Queremos que o Fla-Flu se realize com torcida mista. Nunca aconteceu um Fla-Flu com torcida única e espero que nunca aconteça.

Ainda que o Flamengo trabalhe para voltar a usar o Maracanã em breve, é improvável que o estádio seja usado no próximo domingo, em que o Rubro-Negro jogará a decisão da Taça Guanabara diante do Fluminense.

Em entrevista para a emissora Fox Sports o presidente Eduardo Bandeira de Mello revelou que o plano do clube é usar o Maracanã a partir da estreia na Libertadores, no dia 8 de março, em confronto contra o San Lorenzo, da Argentina.

“Muito difícil. Melhor não alimentar esperanças. Estamos trabalhando sério para que se faça uma bela festa na quarta-feira. Fla-Flu domingo no Maracanã acho que é muito difícil. Não existem nem a aprovação ainda das autoridades policiais”, comentou o presidente.

Sem o Maracanã, a ideia é que o duelo seja realizado no Engenhão, e o dirigente também rechaçou a hipótese de que o mando seja transferido para fora do estado do Rio de Janeiro: “Acho difícil que seja fora do estado. O regulamento fala em Maracanã, e se ele não estiver disponível, a opção seria o Engenhão”.

Ao longo da semana, as diretorias Rubro-Negra e Tricolor se reunirão com a FERJ, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, na intenção de, além de definir o estádio para realização da final, decretar se a partida terá torcida única ou mista. O presidente do Flamengo é a favor que de ambos os clubes possam levar seu torcedor para a decisão.

Ainda que a tragédia ocorrida durante o clássico diante do Botafogo possa pesar para uma decisão de torcida única, Bandeira de Mello acredita que o clima tranquilo no duelo contra o Vasco é um trunfo para que a ocupação mista seja liberada.

Com informações da Gazeta Esportiva

 

Notícias semelhantes