Empréstimos consignados

Prefeitura de Mossoró diz que processo contra servidora é fato isolado

Município apresentou nesta quarta, 3/7, sua versão para o caso em que funcionária pública foi processada pela Caixa por não repasse de valores

A prefeitura de Mossoró enviou ao Portal do RN esclarecimento sobre o caso da servidora que foi processada pela Caixa Econômica Federal por causa do não repasse dos valores de seus dois empréstimos consignados.

Funcionária pública da prefeitura de Mossoró, a servidora foi surpreendida por estar no polo passivo de duas demandas judiciais que tem a Caixa como autora. Uma delas, uma ação de execução de título executivo extrajudicial, e a outra uma ação de execução por quantia certa. O caso foi denunciado ontem (2/7) pelo Portal do RN (veja aqui).

Em nota, a Prefeitura informou hoje “que o caso da servidora intimada pela Justiça Federal para pagamento de dívidas de empréstimos é isolado”, acrescentando ainda que “o Município não pôde descontar a parcela porque a servidora estava de benefício pelo INSS.

Ainda de acordo com a nota, “o setor de Recursos Humanos da Prefeitura esclarece que o desconto não foi efetuado apenas no mês de abril e que todos os dados estão sendo encaminhados à Caixa Econômica Federal. A gerência explica que foi aberta uma demanda no setor de contabilidade da Caixa para análise do contrato da servidora. A Prefeitura encaminhou ao banco todas as informações de contracheques, a partir de 2018.

A nota foi enviada à redação do Portal do RN pela jornalista Natália Rebouças. A nossa reportagem já havia tentado ouvir a versão oficial da prefeitura, a exemplo do que fez com a Caixa Econômica Federal. No caso do banco, as tentativas foram exitosas, o mesmo não acontecendo em relação ao município, cujos esclarecimentos foram apresentados nesta quarta-feira. 3/7.

Notícias semelhantes