CULTURA

Prefeita de Mossoró recebe carta original escrita por Rodolfo Fernandes

Rosalba Ciarlini recebe carta original escrita por Rodolfo Fernandes; documento histórico remete à resistência

Uma solenidade realizada na tarde deste sábado, 13, marcou o momento da entrega da carta original do prefeito Rodolfo Fernandes para Lampião, negando a quantia de 400 contos de réis, exigida pelos cangaceiros para não atacarem Mossoró. O documento histórico foi entregue à prefeita Rosalba Ciarlini pelo jornalista e pesquisador Robério Santos.

Robério Santos destacou que a carta é como se fosse um teste de DNA do fato histórico. “Eu já fiz isso outras vezes, mas Mossoró é a primeira cidade que dá tanta importância a um documento histórico. Hoje faz 93 anos desse acontecimento. Eu tinha muita vontade de vir a Mossoró para assistir ao Chuva de Bala, e a carta me chegou às vésperas do aniversário de Rodolfo Fernandes. Vir aqui a Mossoró, para mim que sou pesquisador, é muito emocionante. Que isso sirva de exemplo para que outros pesquisadores que têm um material como esse, que os levem aos seus devidos lugares. Ele merece ser colocado em um museu, em um local público, para que as pessoas saibam que há prova física de um acontecimento histórico tão importante”, disse.
A secretária de Cultura, Isaura Amélia Rosado, acompanhou a entrega e afirmou que quando o espírito público e a prevalência social se somam à vontade de trabalhar e ser útil, ficam mais perto os acertos. “A atitude do professor e pesquisador sergipano Robério Santos, doando a Mossoró a carta do prefeito herói Rodolfo Fernandes, distingue o seu currículo e faz de todos nós mossoroenses, devedores de sua generosidade”, frisou.

A prefeita Rosalba Ciarlini destacou que na comemoração dos 93 anos da resistência, Mossoró recebe este presente. “É uma relíquia para nós. Sempre tivemos a ideia de que um povo que não cultua a sua história não sabe se projetar para o futuro, e Mossoró se orgulha dos seus feitos. Hoje, se não fosse a pandemia, nós estaríamos em um grande dia, encerrando a festa de Santo Antônio, assistindo à exibição do Chuva de Bala. Teríamos uma multidão de pessoas para assistir a esse momento”, afirmou.

A carta estará exposta no Museu Histórico Lauro da Escóssia a partir dessa segunda-feira, 15.
A solenidade contou com a participação do diretor do Museu Lauro da Escóssia, Asclépius Saraiva, dos vereadores Alex Moacir e Isabel Montenegro, além da presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais, Joana D’arc Fernandes Coelho.

Informações da SECOM

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...