Pouca consternação, muita hipocrisia

As redes sociais se transformaram, nos últimos dias, em uma espécie de obituário digital. Sã muitas e recorrentes as postagens referentes a mortes de pessoas, sobretudo de vitimados pela covid. A qualquer hora do dia ou da noite, é possível visualizá-las. A qualquer hora do dia e da noite. E todos os dias. Um fato, no entanto, tem e chamando a atenção. Entre os tantos que postam sobre tais óbitos, há um bom número de pessoas que seguem fazendo aglomerações. Sobra contradição e hipocrisia. Ao mesmo tempo em que se classifica (de forma justa) que o novo coronavírus é letal, uma desgraça e um grande mal, se posta sobre festas realizadas e/ou convites para comemorações futuras. O vírus é perigoso e mortal. Há no entanto, uma forte muito eficiente de se prevenir de sua contaminação: não aglomerar. Por mais que estejamos vivendo há mais de ano com as maiores restrições sociais possíveis, penso que é possível se fazer mais um esforço para contribuir para que a pandemia seja minimizada e em breve, vencida. Com essa postura dúbia, com essas irresponsabilidades, com esses comportamentos, cada vez mais será difícil a que iniciemos uma lenta retomada da dita normalidade.

FÁBIO FARIA
O deputado potiguar licenciado Fábio Faria (PSD) virou um mentiroso contumaz. Na mais recente mentira, ele diz que não participou do governo do pai, Robinson Faria (PSD). A continuar nesse ritmo, até as próximas eleições ele dirá que não é filho do ex-governador.

SITE NOVO
Gostei do novo visual do site da prefeitura de Mossoró. Logo na entrada, aparece um brasão da cidade. No restante, colorização suave, com aspecto de oficialidade, sem remeter às cores de campanha do hoje prefeito Alyson Bezerra (SDD).

LEDA NAGLE
Outrora cultuada como uma das grandes jornalistas do país, Leda Nagle reduziu sua até então festejada carreira a ser simples propagadora de fake news. A mais recente, repudiável sob todos os aspectos, dá conta de uma suposta trama de Lula para matar Bolsonaro. Quem criou essa fake News é um criminoso de alta periculosidade. Quem propagou, a exemplo de Leda, é do mesmo baixo nível.

FÉRIAS NA PANDEMIA
O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ), acusado de desvio de dinheiro público, de compra de imóveis sem comprovação e de tantos outros crimes, furou o isolamento social e estava curtindo férias no Ceará. As suspeitas são de que tenha pago as diárias do hotel em que estava hospedado, no valor de R$ 3.500,00, com dinheiro público.

CPI DA COVID
Instalada para investigar os atos do governo federal no combate à pandemia, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado Federal vai buscar respostas sobre o porquê o enfretamento à pandemia é um caos no Brasil. Se debruçará, por exemplo, a saber quanto o governo investiu na cloroquina para combater a doença. Como se sabe, cloroquina não tem nenhuma eficácia contra a covid.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...