ARTIGO

Perdemos a liberdade de expressão?

Em algumas situações cotidianas nos deparamos com falas como “Antigamente não existia isso” ou “Ah, hoje em dia não pode falar mais nada”, acredito que você já ouviu uma dessas frases por aí, e sim, podemos dizer que muita coisa mudou, inclusive a necessidade de pedir respeito, de cobrar educação, de evitar os julgamentos e os rótulos que são colocados nas pessoas. Pois é, quando pensamos que vivemos em sociedade, deve sim existir respeito de todas as partes, mas isso não quer dizer que você esteja proibido(a) de falar e expor a sua opinião como muitos pensam por aí, porém, o que percebo hoje nas pessoas é que elas não conseguem dar oportunidade aos outros, oportunidade de ouvir o pensamento que difere do seu, porque será que o diferente nos assusta? Quando falamos de liberdade de expressão existe uma linha tênue sobre o que pode ser dito e o que não pode, ou melhor, o que “deve”, e o que a sociedade espera que digamos.

No entanto, o que pode-se dizer é que, quando o assunto é expor a sua opinião, deve ser levado em consideração algumas perguntas que podem ser respondidas por você mesmo antes de falar sobre determinado assunto, como: “Estou desrespeitando o outro?”, “Posso causar algum problema pra mim e para o próximo?, quando a resposta for “NÃO”, aí sim suas ideias podem ser disseminadas. Mas, se o que você for falar atingir o outro, é importante você repensar suas opiniões. E sim, ainda temos liberdade de expressão, e isso também tem a ver com o fato de você ouvir o outro, e principalmente dar oportunidade àquela pessoa que você insiste em achar que ela sempre “fala a mesma coisa”, e ouvir sem qualquer pré-julgamento, isso mesmo, buscar ouvir para entender o outro, e não simplesmente anular a opinião e o pensamento dele, já que muitas das vezes, ou quase sempre, não existe uma verdade absoluta, mas sim o respeito, e com certeza não será a sua “verdade” que anulará o pensamento do outro, mas o seu entendimento sobre determinado assunto pode fazer com que o outro passe a enxergar.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...