Pandemia

Ocupação de leitos críticos se aproxima de 90% no RN

Nada menos que 13 hospitais públicos já estão com todas as suas UTI´s lotadas

A situação dos hospitais públicos do Rio Grande do Norte com atendimento de pacientes de covid é cada vez mais dramática. A taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI´s) já está em 88% no Estado. Por região, o cenário também é muito preocupante. Na região metropolitana de Natal, o índice é de 92,3%, enquanto no Seridó é de 88,6% e no Oeste, de 79,8%.

O Rio Grande do Norte tem nada menos que 13 hospitais com 100% de ocupação de suas UTI´s. Desses, 6 são da Região Metropolitana de Natal.

O Estado conta atualmente com 21 unidades hospitalares com leitos críticos. Com 13 deles com UTI´s lotadas ao máximo,  significa dizer que em 62% dos hospitais não há mais vaga em UTI. Em todo o Rio Grande do Norte, nesse momento, há apenas 33 UTI´s desocupadas, mas a maioria delas aguarda apenas a regulação para receber pacientes que estão na fila de espera. Atualmente, há 26 pessoas na fila de espera.

A taxa de ocupação de leitos clínicos também está alta e em crescimento. São 215 pessoas internadas nesse tipo de leito, revelando uma taxa de ocupação de 77%.

Com a saturação da rede hospitalar pública instalada na região metropolitana de Natal, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap/RN) tem transferido pacientes para hospitais de outras cidades.

Essa estratégia, no entanto, também não poderá mais ser realizada nos próximos dias. Regiões que estavam com vagas disponíveis em UTI, como o Alto Oeste, já tem hospitais com 100% de ocupação, como ocorre em Pau dos Ferros.

 

Taxa de ocupação por hospitais

  1. Hospital de Campanha de Natal – 100%
  2. Hospital Doutor Mariano Coelho (Currais Novos) – 100%
  3. Hospital Giselda Trigueiro (Natal) – 100%
  4. Hospital Manoel Lucas de Miranda (Guamaré) – 100%
  5. Hospital Maternidade do Divino Amor (Parnamirim) – 100%
  6. Hospital Municipal Aluízio Bezerra (Santa Cruz) – 100%
  7. Hospital Regional Alfredo Mesquita (Macaíba) – 100%
  8. Hospital Regional de João Câmara – 100%
  9. Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros) – 100%
  10. Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal (Santo Antônio) – 100%
  11. Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (Assu) – 100%
  12. Hospital Universitário Onofre Lopes (Natal) – 100%
  13. Unidade Materno-Infantil Integrada de São Paulo do Potengi – 100%
  14. Hospital Regional Tarcísio Maia (Mossoró) – 88.9%
  15. Hospital Regional Telecina Freitas Fontes (Caicó) – 86.7 %
  16. Hospital Colônia João Machado (Natal) – 86.2%
  17. Hospital São Luiz (Mossoró) – 75%
  18. Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi) – 66.7%
  19. Hospital Maternidade Belarmina Monte (São Gonçalo do Amarante) – 57.14%
  20. Hospital Rafael Fernandes (Mossoró) – 50%
  21. Hospital Maria Alice Fernandes (Natal) – 50%

(Os dados são da Central de Regulação do RN)

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...