ARTIGO

O sofrimento psicológico causado pela pandemia

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) é a maior emergência de saúde pública que enfrentamos. Além das preocupações quanto à saúde física, há também preocupações quanto ao sofrimento psicológico que pode ser experienciado pela população geral. Não se fala muito sobre os efeitos e implicações na saúde mental em decorrência da pandemia, por se tratar de fenômeno recente, mas apontam para repercussões negativas importantes. Juntamente com a pandemia de Covid-19 surge um estado de pânico social em nível global, e a sensação do isolamento social desencadeia sentimentos como o medo, insegurança e a angústia, podendo se estender até mesmo após o controle do vírus. Apesar de o isolamento social ser uma medida empregada para a preservação da saúde física do indivíduo, é importante também pensar na saúde mental e bem-estar das pessoas submetidas a esse período de isolamento.

Neste momento podemos falar sobre o luto, que é um processo de elaboração de perdas significativas na vida, onde a principal perda vinculada ao luto é a morte de pessoas queridas com as quais se mantém um vínculo. Mas, o luto também ocorre quando não há mortes, como por exemplo, em caso de perda de alguma atividade relacionada ao trabalho, separação, ou em qualquer outra situação que gere uma mudança na vida das pessoas. Dessa forma, a pandemia se inclui nesse contexto porque traz consigo alterações significativas na vida das pessoas, tanto das que não estão doentes, que não perderam nenhum ente querido, como na vida dos pacientes que estão infectados e internados, por conta dos graves sintomas. É importante dizer que as sequelas de uma pandemia são enormes, e principalmente para os profissionais de saúde que estão na linha de frente. Dessa forma, é possível criar algumas estratégias de enfrentamento durante a pandemia, como por exemplo: Realizar atividades que produzam tranquilidade, o medo, pânico e estresse não ajudam individualmente nem coletivamente.

Faça atividades que te tranquilize; evite excesso de informações, consumir muitas notícias o tempo todo pode disparar sua ansiedade e te levar a um estado mental de constante alerta; retome estratégias de enfrentamento já utilizadas em crises anteriores, recorra às habilidades que você usou no passado e que o ajudaram a enfrentar as adversidades da vida.; e cuide de seu corpo, atividades físicas e alongamentos são importantes para evitar estresse e diminuir a ansiedade.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...