Nordeste Cantado! no Teatro Lauro Monte Filho



Será realizado no dia 13 de julho, a partir das 19h30min, no Teatro Lauro Monte Filho, o show denominado “Nordeste Cantado!”, que tem a produção dos estudantes do curso de licenciatura em Música, do Departamento de Artes, da Faculdade de Letras e Artes (DART/FALA/UERN). No repertório tem muito forró, frevo, baião, xote e muito mais. As senhas podem ser adquiridas antecipadamente com os alunos do DART e no dia do show na bilheteria do Teatro Lauro Monte Filho, ao preço de R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

 

Ufersa passar a oferecer oficinas de teatro, dança e música

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), tornam público o edital para inscrição de alunos que queiram ingressar em oficinas de teatro, dança e música.

As inscrições acontecem no período de 18 a 21 de julho, através do link https://bit.ly/31W7f1l. 2.2, onde o formulário digital será aberto a partir das 08:00h do dia 18 de julho de 2019 e será encerrado às 21:59h do dia 21 de julho de 2019.

O  resultado sairá no dia 25 de julho de 2019 na página da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFERSA (https://proec.ufersa.edu.br/) e os inícios das atividades terão início no dia 29 de julho.

 

I Arraiá do Vila

Neste sábado, dia 6, a partir das 21 horas, será realizado o 1º Arraiá do Vila, no Vilarejo Bar, localizado na rua Manoel Paulino, 25, Aeroporto – Mossoró/RN. A festança junina será animada por Marilia Kardenally (foto) e Jairo Lima, que farão uma noitada com muito forró pé de serra, forró das antigas e MPB. A entrada custa apenas R$ 7,00 reais.

 

A Mulher Monstro em Mossoró

Acontece neste domingo, dia 7, no Teatro Lauro Monte Filho, o espetáculo “A Mulher Monstro”.  Visto por mais de 10 mil pessoas, comemorando 3 anos de estreia, o espetáculo que tem percorrido em várias cidade do Brasil retorna a Mossoró. “A Mulher Monstro” é uma colagem de declarações lamentáveis, polêmicas e verídicas não só do presidente Jair Bolsonaro. Construído a partir de opiniões das redes sociais, das ruas, de figuras públicas e, principalmente, dos políticos. Aborda o desrespeito para além do preconceito. Trata a atualidade política e social do Brasil através da figura de uma burguesa, falsa cristã, perseguida pela própria visão intolerante da sociedade, sem saber lidar com a solidão e as suas relações num tempo de ódio, golpes e corrupções vistos sem vergonha. É baseado na Mulher Monga dos parques e circos nordestinos, com inspiração em conto de Caio Fernando Abreu. O espetáculo será apresentado em duas sessões, às 19h e às 20h30min. Senhas R$ 15,00 antecipado promocional/meia e R$ 30,00 inteira na bilheteria do teatro,

 

Espetáculo NÓ – Cia de Dança Deborah Colker

Nó, balé que será apresentado de 10 de Julho, às 20 horas, no Teatro Dix-huit Rosado, em Mossoró, é um marco na trajetória de Deborah. Foi quando ela “virou a esquina”, como diz. Interrompeu sua premiada investigação sobre movimento e espaço – que resultou em Velox (1995), Rota (1997) e Casa (1999) e 4 por 4 (2002) – para mergulhar naquilo que vê como “a tragédia e a complexidade dos impulsos humanos”. O tema de Nó é o desejo.

A coreografia de Cão Sem Plumas, baseada em poema de João Cabral de Melo Neto e executada por bailarinos cobertos de lama, valeu a Deborah o prêmio Benois de la Danse, tido como o Oscar da dança.

Nó volta completamente transformado. Há mudanças cenográficas, a trilha sonora ganha mais temas compostos por Berna Ceppas, e a música “Carne e Osso”, da banda Picassos Falsos, embala um duo romântico. As modificações que Deborah realizou na coreografia são frutos de seu amadurecimento nos últimos 13 anos.

O primeiro ato começa com uma árvore no centro do palco. São 120 cordas, representando laços afetivos. Os bailarinos as soltam aos poucos, até que se assemelhem a uma floresta. Eles se valem de técnicas como a bondage (uso de cordas para controle da dor e do prazer).

No segundo ato, a companhia dança dentro e em torno de uma grande caixa transparente criada por Gringo Cardia, diretor de cenografia. Se as cordas apontam para a natureza, a caixa evoca o mundo urbano. Vale a pena conferir!!!

 

São João da Zona Oeste de Natal

Um encontro de gerações vai marcar o encerramento do São João da Zona Oeste da capital do Estado. Amanhã, dia 6 de julho, as rainhas do forró Eliane e Rita de Cássia se encontram no palco para animar a festança juninas  com os grandes sucessos do ritmo mais apaixonante do país. A festa ainda tem a participação dos cantores Litto Lins e Guga Playboy. A festa  começa a partir das 16h, no Largo do Nazaré, que fica na Rua Hidrógrafo Vital de Oliveira, no bairro de Nazaré.

Notícias semelhantes