Fim de Caso

Neymar diz que denúncia do MPF foi arquivada e pede paz: “Não sonegamos sequer um centavo”

Por meio da NN Consultoria, empresa da família do jogador, o pai do jogador disse que não sonegou nem um centavo de imposto na transferência do atleta.

O pai de Neymar comemorou na noite desta terça-feira o arquivamento de denúncia de sonegação fiscal  feita pelo Ministério Público Federal. Por meio da NN Consultoria, empresa da família do jogador, o pai do jogador disse que não sonegou nem um centavo de imposto na transferência do atleta.

“Foi com grande felicidade que recebemos essa notícia. O processo está oficialmente encerrado, isso prova a licitude de todos os nossos atos. Foram quatro anos de acusações infundadas em que eu, minha família e os funcionários de minhas empresas sofremos muito, de todas as formas possíveis”, apontou Neymar.

Em maio, o ESPN.com.br já havia publicado que o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) rejeitou, de maneira unânime, um recurso do Ministério Público Federal (MPF) contra a decisão do Mateus Castelo Branco, da 5ª Vara Federal de Santos, que, em fevereiro, rejeitou a denúncia de crime tributário contra Neymar.

“Apesar de muitos duvidarem, há sim justiça em nosso país. Acusação por acusação, uma após outra, foram todas derrubadas por nossa defesa, deixando explícito que não sonegamos sequer um centavo de imposto. Espero agora que possamos nos concentrar apenas no trabalho e que minha família tenha a paz que merece”, acrescentou o pai de Neymar.

Então envolvido em processo fiscal que chegaria hoje a R$ 200 milhões (com a correção monetária), Neymar tinha sido acusado pela Receita Federal de ter deixado de pagar impostos entre os anos de 2011 e 2013, mas já havia obtido decisão favorável em julgamento no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) no mês de março deste ano. Agora, obteve nova vitória com a rejeição do recurso do MPF.

ESPN

Notícias semelhantes