Mundo do faz de conta

Fui hoje ao Centro de Mossoró observar como está o cumprimento do decreto que está nos impondo restrições. Uma lástima. Na rua Santos Dumont, apenas uma loja fechada. Na Coronel Gurgel, várias abertas. Não vi nenhuma fiscalização da prefeitura. Na periferia também não tem. Só se vê fiscais a rua quando o Governo do Estado mobiliza as forças de segurança. Com esse faz de conta, claramente haverá pouca – ou nenhuma – melhoria no cenário de agravamento da pandemia. E claro que assim, a necessidade de restrições mais fortes será ainda maior. E cada vez mais as pessoas dirão que não terão mais como fechar suas lojas. O Brasil bateu hoje novo recorde diário de mortes: 3.650 e as muita gente achando que lockdown é bobagem. O cientista Miguel Nicolélis tem escrito, dado entrevistas, falado e alertado para o desastre que tende a se tornar ainda maior a cada dia, mas não tem sido ouvido. Nem pelas autoridades nem pelo povo. Logo chegaremos a4 mil mortes por dia. Depois a 5 mil. Para a maioria, isso pouco importa. Nesse eterno faz de contas em que se tornou o cumprimento dos decretos de isolamento social, só o caos é real.

BOM EXEMPLO

Araraquara (SP) fez o lockdown como deve ser feito. Resultado: hoje não hoje registro de óbitos por covid. A taxa diária de mortes vem caindo desde a adoção da medida. A taxa de contaminação, que era de 53%, caiu para 7%.

MAU EXEMPLO

Sem que a população siga as restrições sociais e sem fiscalização, os casos avançam no Rio Grande do Norte. De ontem para hoje foram registrados nada menos que 2.273 novo casos confirmados da doença. Além disso, nas últimas 24 horas, foram confirmadas 45 novas mortes.

SEM RESPOSTA

Questionamos a prefeitura de Mossoró sobre a ausência de fiscalização no Centro comercial de Mossoró. O questionamento foi feito ao meio-dia. Ainda não obtivemos resposta.

NEGÓCIO ESCABROSO

A ex-diretora de uma autarquia de Mossoró ajuizou uma reclamação trabalhista contra o órgão que dirigiu. Até aí, tudo bem. O interessante mesmo é que o advogado da autarquia é o marido dela. A questão envolve algumas dezenas de milhares de reais.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...