Educadores

Em assembleia, professores definem pauta de reivindicações

Pauta será protocolada amanhã (19) junto ao Gabinete da Prefeitura Municipal de Mossoró pela diretoria do Sindiserpum.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) realizou nesta quarta-feira (18), uma assembleia com professores do município onde foram discutidas pautas importantes da categoria.

Após análise sobre os ataques sofridos pela Educação em nível federal pelo atual Ministro da Educação e em nível municipal pela gestão Rosalba Ciarlini e a Secretaria de Educação, a pauta de reivindicação para o ano de 2020, um dos pontos altos da assembleia, ficou assim definida:

– Piso Salarial Nacional + 1,2% referente à perdas salariais;
– Cumprimento para todos(as) os(as) professores(as) do Art. 2º, § 4º da Lei Federal 11.738/2008, que reserva 1/3 da jornada de trabalho para as atividades extra-classe (sem interação com os educandos);
– Aprovação da lei de gestão democrática com eleição direta para diretores(as) de todas as escolas e UEIS, conforme a Meta 19 do Plano Municipal de Educação;
– Pagamento do Prêmio 14º salário, ano base 2017;
– Publicação e pagamento do Prêmio 14º salário do ano base 2018;
– Publicação e pagamento da progressão funcional de classe e nível atrasadas;
– Concurso público URGENTE para professores e profissionais de apoio;
– Manutenção da hora-aula (50 minutos) como medida de distribuição da jornada de trabalho dos professores;
– Respeito a um terço da jornada extra-classe para todos os professores da rede de ensino;
– Publicação das licenças especiais vencidas;
– Publicar calendário de pagamento salarial dos servidores municipais para o ano de 2020;
– Reajuste do auxílio-deslocamento para profissionais que atuam em escolas da zona rural;
– Condições efetivas de trabalho para o desenvolvimento das atividades pedagógicas.

Esta pauta será protocolada amanhã (19) junto ao Gabinete da Prefeitura Municipal de Mossoró pela diretoria do Sindiserpum.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...