estrutura

Deputada quer criação de delegacia especializada em crimes de racismo

"Esta é uma luta antiga do movimento e nosso mandato está à disposição", disse Isolda

A deputada estadual Isolda Dantas (PT/RN) solicitou ao Governo do Estado do RN, hoje, 13 de maio, dia de luta por direitos e políticas para o povo negro, a criação de uma Delegacia de Polícia Especializada em Crimes de Racismo e Intolerância Religiosa. 

No ano de 2019, pesquisa realizada no Ministério da Mulher e Direitos Humanos atestou aumento de 56% em ocorrências de intolerância religiosa comparativamente ao ano anterior vitimando as agressões e ameaças dirigidas aos adeptos de religiões de matriz africana. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada mostra que em 2018, 75,7% das vítimas de homicídio no Brasil eram negras.

Existem diversas delegacias especializadas no RN, mas nenhuma delas confere atendimento diferenciado e direcionado a estes agrupamentos que constantemente sofrem agressões e/ou ameaças a seus direitos individuais e públicos étnico-raciais e religiosos, especialmente os Povos de Terreiro de Matriz Africana e Afro-ameríndias.

A adequação do sistema com a criação de uma estrutura destinada ao atendimento é medida que se impõe como forma de assegurarmos proteção especial necessária.

“Esta é uma luta antiga do movimento e nosso mandato está à disposição, bem como acreditamos na sensibilidade deste governo de Fátima Bezerra para concretizar esta delegacia especializada”, finaliza.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...