Mosquito

Crianças de Parnamirim recebem orientação para o combate ao Aedes Aegypti

A ação foi realizada por uma equipe de agentes de saúde que tem como proposta preparar essas crianças para que elas se transformem em multiplicadores da informação.



Ação realizada nesta sexta-feira (24), por equipe de agentes de saúde com crianças do Centro de Convivência do Litoral, tem como objetivo orientar o combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti.

A diretora da unidade, Cláudia Helena, explica que essas ações são realizadas com freqüência. “Procuramos trabalhar com as crianças temas como a dengue, combate à violência e alimentação. E essas ações têm um resultado bem imediato porque eles estão numa fase de assimilar tudo”.

A professora Aline Ferreira trabalhou durante toda a semana o tema em sala de aula. “Fizemos colagens, desenhos e conversamos. E, hoje, os agentes de saúde estão aqui para explicar como limpar, como evitar depósitos de água abertos que podem se transformar em criadouros do mosquito”, disse.

Aline Ferreira disse ainda que os alunos são orientados a limpar o quintal, recolhendo garrafas pets e recipientes que possam se tornar focos do Aedes aegypti. “Muitos deles recolhem as garrafas e trazem pra cá porque fazemos oficinas, onde ensino o reaproveitamento do material”.

Com olhos atentos, as crianças observavam os agentes e aproveitaram para tirar dúvidas. “Tampinha de garrafa no quintal também pode juntar água?”, questionou o estudante Danilo Rosa de Macedo, 9 anos, que fez questão de dar também seu depoimento. “Semana passada limpei o meu quintal e achei um monte de foco. Aí fiz o que a professora ensinou. Recolhi tudo e joguei no lixo”, disse o estudante.

Ascom/PMP

 

Notícias semelhantes