Coronavírus

Contatos em missas devem ser evitados

Objetivo é evitar possíveis contágios do novo coronavírus durante missas e celebrações.

Após a divulgação dos primeiros casos suspeitos de coronavírus no Rio Grande do Norte, a Arquidiocese recomendou aos líderes religiosos e aos fiéis cuidados com os contatos durante as celebrações das missas.

Em nota divulgada pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Pastoral da Saúde destaca que é preciso primeiramente trabalhar a prevenção e divulgar, o máximo possível, informações importantes nas cartilhas da saúde sobre o vírus e as formas de contágio.

A CNBB explica que a responsabilidade de indicar as normas é de cada arquidiocese e diocese, que deve observar a realidade local e fazer suas recomendações. “Cabe, portanto, aos arcebispos e bispos orientarem seus sacerdotes, bem como aos fiéis observarem as regras de higiene compatíveis com o momento.”

O momento da oração do Pai Nosso, a mais importante do cristianismo, deve ser realizado sem o contato manual entre os fiéis. Tradicionalmente, esse é um momento das missas e celebrações em que as pessoas fazem a oração de mãos dadas.

Outra recomendação é evitar os abraços no momento da “Paz de Cristo”, substituindo o gesto por uma leve inclinação de cabeça.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...