capacitação

Cipriano Maia ressalta importância da vigilância em saúde

A capacitação é ofertada para todas as capitais do país pelo Hospital Sírio Libanês

“Neste momento que estamos vivendo, com o novo coronavírus e as arbovirores, vem à tona a importância da vigilância em saúde, principalmente na sua capacidade de intervenção. Precisamos, cada vez mais, estar qualificados para termos um sistema de saúde responsivo e que atenda às necessidades da população. No processo de fortalecimento do SUS, a educação permanente e o trabalho colaborativo contribuem para mudar a realidade da situação de saúde do nosso estado”, disse o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, nesta quarta-feira (04), durante aula inaugural do Curso de Especialização em Vigilância em Saúde.

A capacitação é ofertada para todas as capitais do país pelo Hospital Sírio Libanês, no âmbito do PROADI-SUS – Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde, e integra o PADEpiSUS – Plano Ampliado de Desenvolvimento da Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde.

Quarenta profissionais de saúde de todo o Rio Grande do Norte, que atuam na vigilância em Saúde no SUS, foram selecionados por meio de edital publicado pelo hospital Sírio Libanês. As atividades do curso serão realizadas através de 10 encontros mensais presenciais, na Faculdade Estácio de Sá em Natal, com previsão de conclusão para o mês de dezembro de 2020.

A especialização é destinada aos trabalhadores do SUS que atuam nas ações de Vigilância em Saúde, e tem por objetivo especializar os profissionais para atuar em diferentes cenários, articulando as ações de vigilância, prevenção, promoção e controle de doenças e agravos, e que esses profissionais sejam capazes de utilizar o raciocínio epidemiológico e responder de forma adequada às emergências em Saúde Pública.

Também participaram da aula inaugural, no Auditório da Faculdade Estácio de Sá, em Natal, representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) e Conselho Estadual de Saúde.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...