Problemas

Chuvas deixam área da periferia alagada

No loteamento Planalto, moradores precisam passar por porças d´água com 50 centímetros de profundidade

As chuvas trazem alegria e fartura, melhoram a capacidade dos reservatórios hídricos e ainda amenizam as temperaturas. Pela escassez com que caem no semiárido do Nordeste, são aguardadas com muita expectativa e esperança por todos, especialmente pelo homem do campo.

Infelizmente, elas também evidenciam a falta de cuidado dos governantes para com a população, sobretudo aquela que vive na periferia das cidades. Nesses locais, a ausência de obras de pavimentação e saneamento fazem com que as pessoas enfrentem muitos problemas no período chuvoso.

É o que tem acontecido, por exemplo, no loteamento Planalto da Liberdade, próximo ao habitacional Jardim das Palmeiras (área do Dom Jaime Câmara).

Sem calçamento, o local ficou inundado com as chuvas dessa segunda-feira, fato que vem se repetindo agora á tarde, embora a precipitação pluviométrica desta terça-feira seja pequena.

Andar pelo Loteamento Planalto virou um verdadeiro desafio. Uma mulher grávida que precisou sair de casa para ir à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) quase não conseguiu passar pela estrada principal do loteamento, onde se registraram poças d´água com pelo mens 50 centímetros de profundidade.

Os moradores da área pedem a atenção da prefeitura para que tome uma providência urgente. “Foi só a primeira chuva. Se o inverno for pelo menos regular poderemos ficar ilhados”, prevê Francisca Santos, uma das moradoras do loteamento.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...