ARTIGO

Ansiedade nossa de cada dia?

Em algum momento você já se deparou com aquele nó na garganta e com o coração acelerado como se fosse pular fora do peito? Se isso não aconteceu com você, provavelmente ocorreu com alguém que você conheça. E pode ter certeza de que isso é mais comum do que se imagina, e o mais interessante é que as pessoas pensam logo na possibilidade de ser problema do coração, e acabam consultando um cardiologista, o lado bom é que a partir daí descartamos qualquer possibilidade de problemas cardiológicos.

Por outro lado, percebe-se que ainda há uma grande resistência aos cuidados psicológicos, onde menosprezam a importância que deveria ser dada a saúde mental. Mas afinal, como se dá essa ansiedade? Quando falamos de ansiedade, deve ficar claro e evidente que todos os indivíduos podem apresentar a ansiedade em algum momento da vida, porém, essa ansiedade citada anteriormente é um mecanismo de reação que o corpo desempenha quando o sujeito está em uma situação, que precisa ter uma reação para se defender naquele momento, ou seja, é uma ansiedade fisiológica e esperada.

Por outro lado, existe a ansiedade que causa um incômodo no indivíduo, prejudicando o seu dia a dia, já que a mesma aparece com bastante frequência, sem ter uma causa aparente e específica, essa é uma situação que deve ser levada em consideração, principalmente se o indivíduo vive um momento de tensão, estresse e vida agitada, pois os sintomas ansiosos podem se agravar, podendo levar a uma crise de ansiedade, e se o indivíduo ainda não tem mecanismos de defesa, pode causar a sensação de falta de controle. Por isso a importância de você se compreender, e perceber se houve alguma alteração dessas em seu modo de vida, ou se apresentou algum desses sintomas recentemente. E assim, pode-se dizer que, quando o indivíduo tem esses sintomas ansiosos, é importante buscar ajuda profissional com antecedência, principalmente se o mesmo não está conseguindo lidar com essa situação sozinho.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...