O prazer do encontro

Encontrar é sempre mágico. Pode ser um objeto que perdemos, um amigo que não víamos, um familiar que viajou. Religar-se ao que estava distante é sempre um dádiva. Sobretudo quando é com pessoas.

O encontro especial é aquele derivado do respeito que nos une, do sonho que nos iguala e do trabalho que nos aproxima. Em comum, o fato de sermos gente e o desejo de estarmos juntos.

Que na primeira oportunidade em que nos encontrarmos com todos aqueles que as circunstâncias atuais nos separaram, tenhamos um único objetivo: ser feliz; um único desejo: se divertir; uma única meta: se sentir bem.

Não será um momento para esquecermos diferenças, são elas que nos tornam iguais, mas para reforçarmos os laços.

Que seja uma oportunidade para o abraço que afaga, o toque que sensibiliza, a diversão que enternece. Que sejamos somos todos em um. Um em todos. Um momento para querermos ser o outro sem deixarmos de sermos nós.

Uma exaltação à amizade e um pretexto para festejarmos. Para celebrarmos. Para conjugarmos a felicidade.

Para vivermos nossa verdade. Para vivermos o amor em forma de afeto. O afeto em forma de respeito. O respeito em forma de afago. E para verdadeiramente sermos felizes. Construamos esse momento no nosso imaginário porque haveremos de concretizá-lo na prática e torná-lo eterno no coração.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...