Prevenção

Vacina contra gripe está disponível nos postos até o fim da próxima semana

A vacina disponibilizada pelo governo protege contra os três subtipos do vírus da gripe, determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano – as gripes A, H1N1 e H3N2 e a Influenza B

Se você ainda não se vacinou contra a gripe, ainda dá tempo de procurar um posto de saúde. A Campanha Nacional de Vacinação terminaria na última sexta-feira (26), mas foi prorrogada pelo Ministério da Saúde até o dia 9 de junho para atingir a meta de imunizar 90% do público-alvo.
Até agora foram vacinados pouco mais de 63% de um total de 54,2 milhões de pessoas. O público-alvo é composto por idosos, indígenas, crianças, grávidas, mulheres até 45 dias após o parto, detentos, funcionários do sistema prisional, professores e trabalhadores de saúde. A orientação do ministério é que pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com deficiências específicas, apresentem prescrição médica na hora da imunização.

 
A vacina disponibilizada pelo governo protege contra os três subtipos do vírus da gripe, determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano – as gripes A, H1N1 e H3N2 e a Influenza B. A dose, segundo a pasta, é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe.

 
Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que protegem contra a gripe, o ideal, de acordo com o ministério, é se vacinar antes do início do inverno. O período de maior circulação da doença, no Brasil, vai do final de maio até agosto.

 

Agência Brasil

Notícias semelhantes